Raiva?

5 comentários:

Juliana Gonçalves. em 4 de fevereiro de 2013 20:23

Adorei, tão inspirador! Tão verdadeiro! Falta elogios para descrever. HAHAHAHAHAHA

Ando meio ausente por aqui, mas entro todos os dias. É que eu estou com a corda no pescoço com o tempo, saiu muito cedo e volto muito tarde, então acabo lendo seus textos nos intervalinhos da vida, ou melhor, para almoçar!

Não pare de escrever! Eu adoro, amo, sou loucamente apaixonada por esse pequeno espaço! E mais uma vez, esse texto, como os outros são deleitáveis!

Beijos.

Yama em 4 de fevereiro de 2013 20:48

Ah, acho que esse texto não é digno de ótimos elogios ou comentários. rs rs rs

Sei bem como é essa vida do não tenho tempo pra nada. rs rs rs Eu também ando com o tempo meio escasso e quando chego em casa, quero fazer tanta coisa que me enrolo e acabo não fazendo nada.

Espero não parar de escrever, tento não parar, mas tem horas que não tenho mesmo sobre o que escrever. Claro, isso acontece muito porque evito assuntos corriqueiros do cotidiano, não quero transformar isso aqui em um diário. =D

Beijão

Adriano "Kamui" Gregório em 5 de fevereiro de 2013 12:49

Yama um dos seus melhores textos.

Adriano "Kamui" Gregório em 5 de fevereiro de 2013 12:49
Este comentário foi removido pelo autor.
Yama em 5 de fevereiro de 2013 19:49

Valeu, Adriano! \o/

Postar um comentário