Louca.

7 comentários:

roberta zanatta em 6 de março de 2013 21:28

"Pelo menos a maldita não se matou". rsrsrs
Simplesmente adoro a categoria na sua estante.

roberta zanatta em 6 de março de 2013 21:40

"Pelo menos a maldita não se matou".rsrsrs
Simplesmente adoro a categoria na sua estante.

Yama em 6 de março de 2013 22:35

Olha, nesses quase quatro anos de blog, essa foi a categoria que fez mais sucesso. =D

Keyser Soze em 8 de março de 2013 11:27

Esses extremos da vida, ela quis te matar, mas não teve coragem, talvez tenha querido se matar, mas também não teve coragem, acho que ela não tem coragem de viver um grande amor também! O medo é um dos sentimentos mais problemáticos do ser humano porque não é só um instinto de sobrevivência, mas uma desculpa para a covardia e para a incapacidade crônica que nos acomete nos dias de hoje. Pessoas extremas têm atitudes extremas mesmo quando desistem de tudo. Belo texto.

Yama em 8 de março de 2013 20:09

Foi uma ideia que tive depois de ouvir uma frase, que não consigo lembrar até agora qual foi. rs rs rs

Valeu!

Juliana Gonçalves. em 13 de março de 2013 21:34

Ual! Ufa! Eu adoro esses textos com uma problemática alucinante embutido neles... HAHAHA

Estava com saudade de ler algo assim que me prendesse, me fizesse perder o extinto natural da respiração e que me fizesse querer escrever um comentário em formato de texto para descrever tudo que eu sinto quando leio um texto seu. Vou do amor até o desespero do texto! HAHAHAHA

Penso até hoje como a sua criatividade funciona, você é uma mistura muito bem misturada de assassinos em série, com um escritor que escreve quase que revirando o leitor de amores.

Beijos!

(E eu amei esse texto, afinal é frustante não ter conseguido entrar aqui nos últimos tempos)

Yama em 14 de março de 2013 05:41

Problemas comuns são frustrantes, sem graça e já convivemos com eles durante o dia-a-dia, eu gosto das coisas fora do comum. rs rs rs

Gostaria de sentir essa sensação das pessoas que leem meus textos para ter uma ideia. =D

Minha criatividade é um tanto quanto estranha e traidora muitas vezes. rs rs rs

Beijão

Então, até respondi seu tuíte para saber o que acontecia. rs rs rs

Postar um comentário