Marjorie Estiano - Versos Mudos

2 comentários:

Juliana Gonçalves. em 17 de fevereiro de 2014 00:01

Acho que não nem para eu comentar esse post, mas...

Me fez lembrar da época, que ouvi muito essa música, por causa do meu pai e da doença, foram 4 anos da incerteza que meu pai ficaria ou não nesse plano, ou sei lá.
Lembro de tudo desses anos, guardo comigo cada página que minha escreveu quando ela já tinha meio que desistido de tudo. Não deixou ninguém ler, tocar nelas, quer dizer as vezes eu eu coloco entre linhas de alguma coisa que escrevo ou falo. É estranho, eu sei. Mas, enfim tudo passa... =D

Beijos!

P.S. Espero mais do que nunca a continuação do conto!

Yama em 17 de fevereiro de 2014 08:06

Não é estranho, consigo te entender. =)

Espero superar suas expectativas no fechamento do conto. =D

Beijão

Postar um comentário