Minha pequena florzinha - 01 Comentários

Minha pequena florzinha - 01 Comentários.Em uma tarde qualquer, uma pessoa muito querida por mim, praticamente uma irmã, diz que comentou sobre minha pessoa a sua família, na realidade, para suas sobrinhas. Ela dizia que comentara que sou um cara legal e algumas outras coisas, não me lembro ao certo. Ela disse que ficaram curiosas sobre meu respeito mas como nunca havia ouvido comentários sobre suas sobrinhas, não fazia idéia de quem seriam ou como seriam. Não dei muita bola de início, até porque naquele momento não pensei em nada, apenas ouvi o comentário e continuamos a falar sobre outras coisas.
Em uma certa noite, ao acessar o orkut, notei um convite de uma pessoa que não conhecia, pelo menos não lembrava até ver seu perfil. Notei que se tratava de uma das sobrinhas dessa minha amiga. Aceitei o convite, afinal, que mal havia em fazer isso? Adicionei normalmente como adicionaria alguém que conheço ou que conhece alguém que faz parte do meu círculo de amizades. Essa era a sobrinha mais velha de minha amiga, uma garota bonita, de cabelos pretos longos, super simpática, com uma conversa agradável e doce.
Conversávamos muito pouco pelo orkut, algumas vezes ela deixava um recado, eu respondia e assim seguíamos durante a semana. Era engraçado conversar com alguém de quem você ouviu falar mas que não conhece pessoalmente, mas gostava muito dos poucos papos que tínhamos.
Não me lembro ao certo, mas um tempo depois a segunda sobrinha de minha amiga me adicionou também, quando a vi pela primeira vez em uma foto no orkut, achei ela bem normalzinha, não dei muita bola, afinal de contas ela namorava, não gosto muito de puxar papo com garota que tem namorado porque muitos entendem mal minhas palavras e simpatia em excesso. Mas adicionei, sabia que era da família de minha amiga então adicionei normalmente mas evitei puxar conversa.Ela raramente escrevia algo para mim, no máximo um: "Oi, tudo bem?", e era só, completamente diferente de sua irmã mais velha que conversávamos como se fôssemos amigos há muitos anos.
Um belo dia, a mãe das meninas, irmã de minha amiga, também resolveu me adicionar, também retribui e adicionei-a em minha lista de amigos. Com ela não lembro de ter conversado muito, pelo menos no início não. Mas lembro que ela também era uma pessoa super simpática, aparentemente muito agradável e brincalhona. Lembro-me, que depois de um certo tempo, ela até começou a escrever como sua filha mais velha, até que chegamos ao ponto de conversarmos como se fôssemos amigos há muito tempo.
Depois de ficarmos amigos pelo orkut, em um outro final de semana, encontrei novamente minha amiga que falou sobre sua sobrinha mais velha ter comentado algo sobre minha pessoa, não me lembro o que foi que ela comentou. Conversamos um pouco sobre elas, ela comentou que me acharam legal, simpático e ficou nisso. Nada demais, apenas comentários simpáticos de uma pessoa super simpática. Não me lembro porque, mas perguntei sobre a sobrinha dela que namorava. Comentei que diferente da irmã mais velha, ela praticamente não falava comigo, disse que cheguei a pensar que ela não havia gostado de mim, mas minha amiga retrucou dizendo que ela é tímida, que quando não conhece quase não conversa mesmo. Respondi que entendi, ainda perguntei se ela era bonita, ela respondeu que sim, mas ficou só nisso e o assunto morreu. Claro que perguntei de curioso, não perguntei pensando em atrapalhar seu namoro ou algo parecido, apenas perguntei porque nas fotos que ela havia colocado no orkut, não dava para ver muito bem sua beleza.
Assim como era curioso para conhecer os pais de minha amiga, disse que também fiquei com vontade de conhecer a família de sua irmã, suas sobrinhas, o pai delas eu já havia conhecido uma vez que ele fora no ensaio da banda em que eu tocava. Também uma excelente pessoa, sorridente, simpático, apesar de seu semblante parecer estar sempre sério demais, ele é uma pessoa maravilhosa que sempre está de bom humor e sempre faz brincadeiras. Comentei sobre isso e minha amiga disse que um dia me levaria até a casa de seus pais, que ela visitava até que frequentemente nos finais de semana. Respondi que era só marcar para um final de semana que eu iria com certeza junto à eles visitá-los, assim eu teria oportunidade de conhecê-los. Depois disso, ficamos um bom tempo sem tocar nesse assunto.
Próximo episódio - 02 Primeiro encontro.
Download da obra completa em formato pdf.

Nenhum comentário:

Postar um comentário