Onde está o amor?

No Strings Attached.

O amor anda tão escasso, tão descontente que nem dá as caras. Talvez seja a sombra do desapego, talvez uma falha no sistema chamado vida. Ou será que ando procurando nos lugares errados? É algo tão complexo que as vezes acho mais fácil encontrar deus ao amor, alguns dirão que são sinônimos ou que se encontrar um, encontrarei o outro.

Será que a falta de deus no coração me afasta do amor? Não creio nisso. Acredito que o amor não foi feito pra mim, esse lance de amar alguém não me deixa mais sem folego, sem fome ou sem sono. Apenas vivo, respiro e sou feliz a minha maneira. Muitos acreditam que serei mais feliz se tiver alguém a meu lado, gosto da ideia de caminhar sozinho, de não depender de alguém, apesar que acredito que as pessoas tenham aprendido a tornar o seu "amor" apenas parte de suas vidas.

Por que está tão sério?

Clap... Clap... Clap...

As pessoas criam piadas, que na maioria das vezes é apenas uma tirada relacionada a algo que possui uma explicação lógica e as pessoas fazem questão de demonstrar todo seu conhecimento para explicar a situação. Por quê?

Existem piadas que são ruins que merecem mesmo apenas uma explicação plausível para o caso. Mas tem outras piadas excelentes que poderiam apenas ser levadas como tal. Infelizmente, o povo tem uma grande necessidade de estragar a piada com seus comentários toscos explicando que não é bem assim. Porra, sinceramente, sempre pensei que eu fosse um dos poucos seres sem senso de humor no mundo, mas a cada dia descubro que existem pessoas muito piores.

Mas existe o lado bom disso tudo, você consegue rachar o bico lendo os comentários das pessoas explicando de forma séria a piada. Alguns entram em uma discussão infinita, o que torna o fato ainda mais engraçado. Um dia criarei uma tese para compreender o que há na cabeça dessas pessoas que não conseguem levar nada na brincadeira.

Escrever ou não escrever, eis a questão.

Escrever...

Não, não quero escrever, por mais que você queira ler algo novo aqui, eu não quero escrever.
- Mas porque raios?
Não sei, simplesmente não tenho vontade, não estou nem um pouco a fim.
- E qual será o futuro deste blog?

Encontrou o clique?

Clique na imagem!

- Não devia ter um vídeo aqui?
- Acredito que sim, mas onde está?
- Não sei, o vagabundo deve ter esquecido ou simplesmente não deve ter feito.

Por que me beijou?

500 Days of Summer.

Se eu pudesse te beijar, não o faria, seria muito imprudente de minha parte. Por mais que eu te deseje sei o quanto seria prejudicial emocionalmente. Talvez no dia que souber o que deseja, quem sabe, possamos ficar juntos.

Você me beijou, quando eu menos esperava, quando já não tinha mais esperanças. Passou um dia, dois, três, uma semana, um mês... Ficamos felizes durante um bom tempo, fizemos diversas coisas juntos e a cada dia eu esperava o fim.

Extreme - Interface.



Eu tinha duas opções: editar o vídeo ou escrever, tudo isso pela correria essa semana, adivinhe o que escolhi.