Suas informações estão seguras nas instituições?

Spam.

A empresa de spam mais fodida que vi na vida. Recebo um e-mail que ficou preso no filtro de spam e vejo o nome do meu pai. Começo a refletir sobre a vida, relembrar alguns detalhes dela, será que tínhamos computador na época em que meu pai era vivo? Sinceramente, sonho em ter um computador desde meus 7 ou 8 anos de idade mas não tive a oportunidade.

O mundo do spam é muito foda, as empresas se superam a cada dia, imagine como atrelaram o nome do meu pai ao meu e-mail. Perdi meu velho em 1996, na época realmente nem sonhava em mexer com computadores e nem ao menos tinha um. Meu pai não tinha também e nem sonhava em comprar, pelo menos nunca mencionou. Fui adquirir meu primeiro computador em 1999, anos em que a internet já estava na casa de milhares de brasileiros e eu ainda começava a engatinhar nesse mundo.

Vizinhos sem noção.

Bruxa.

Ah, vizinhança que me deixa a cada dia mais feliz, sim, por que não dizer isso principalmente não sendo uma verdade? Me livro de uma louca chorona, que vivia no celular brigando com o namorado ou reclamando dele para uma amiga, plantada na janela feito uma samambaia e ganho uma velha que tem a risada maléfica da bruxa da Branca de Neve em sua versão velha louca.

Pensando nessa risada insuportável, os gemidos que a antecessora soltava no meio da madrugada eram bem mais interessantes. Mesmo nos dias em que ela brigava com seu "amor", ela não me incomodava o tanto que essa velha louca incomoda hoje.

A curiosidade morreu?

Curiosidade.

Pessoas nunca procuram as coisas antes de resolver perguntar algo. Ninguém faz a mínima questão de tentar encontrar a solução antes de conseguir a resposta. Será que um dia essa consciência preguiçosa mudará?

Fico preocupado, como já disse milhares de vezes aqui e no vlog, com essa nova geração que não busca mais informações, simplesmente esperam tudo cair em suas mãos como se fosse uma chuva de verão que vem repentinamente molhar seus pensamentos.

Trabalhando muito mas vale a pena.

Work.

Comentário um tanto quanto atrasado, isso porque criei diversos posts antecipadamente, aproveitei a criatividade em alta, aliás, qual criatividade? Mas vamos aos comentários da semana onde quase não respirei, que na realidade foi a passada e não essa.

Levei uma comida de rabo, merecida, quem é que gosta de funcionário que trabalham mais do que deveriam? Algo que sempre foi motivo para eu surtar e brigar com meus antigos funcionários: perder tempo. Mesmo que seja fazendo algo além do que foi pedido, que de certo ponto seria considerado algo bom, é ruim porque você fez algo que talvez nem seja o que o cliente deseja. Pois bem, caí nessa sem nem ter ideia de como fiz isso.

Arrependido da compra?

MacBook.

Tive problemas com meu desktop, acho que ele ficou com ciúmes do MacBook e resolveu dar chilique. Do nada ele não conseguia mais concluir o login e carregar o Windows. Pela primeira vez vi isso acontecer, aliás, até vi isso acontecer mas bastava fazer uma coisinha ou outra em modo de segurança e todos ficávamos felizes.

A parte estranha é que faz pouco tempo que formatei o computador, começo a desconfiar que há algum problema de hardware. Bom, pelo andar da carruagem e o tempo que estou sem trocar um ou dois HDs, provavelmente algum deles está enfartando ou tendo um AVC.

Relacionamentos.

Novos desafios.

Ultimamente tenho me sentido fora de sintonia, parece que não vivo mais nos tempos atuais, enquanto estou no escritório sinto-me em outro mundo. Algo como um universo paralelo, parece um lugar totalmente diferente e fora do tempo normal, é uma sensação realmente estranha.

Acredito que seja porque ainda não tenho muito tempo, não tenho tanta intimidade a ponto de me sentir extremamente confortável. Não, isso não é uma reclamação. Apesar de parecer um ser um tanto quanto antissocial, sinto falta de me sentir íntimo das pessoas, de sentir que elas são realmente sinceras e que temos um certo nível de amizade dentro do escritório.

Tecnologia que consome a alma.


Ah, tecnologia. Aquele mal que me persegue desde 1999, quando comecei a brincar com informática e conheci o mundo da programação. O que seria de minha pessoa caso não mudasse de vida e não partisse pra isso? Acho que provavelmente ainda estaria em um trabalho de merda fazendo qualquer serviço braçal.

Falando em trabalho de merda, antes de entrar para área de TI, trabalhei com um amiga em uma agência de viagens e depois entrei para o Detran para trabalhar como digitador, mas era um cara terceirizado. Só consegui o trabalho como digitador graças aos trabalhos que digitei para diversas pessoas, quando pensavam em digitar algum texto muito longo sempre pensavam em minha pessoa.

Brincando de ensinar.

Rebecca Adler.

Depois de muito tempo, resolvi dar aulas para um cara do trampo, realmente fazia muito tempo que não fazia isso. Será como um teste, veremos se ainda tenho paciência ou a quantas anda. A parte legal é que não preciso pegar do básico, ele já tem uma boa noção do que é programação, isso facilita muito a vida de quem ensinará.

Comecei no sábado passado e hoje rolará a segunda aula, se tudo der certo. Sinceramente, espero que esse garoto, que não é tão jovem assim, vingue. Há muito que não consigo encontrar alguém que sirva realmente para programar.

Felicidade.


Se um dia me apaixonar novamente, talvez nem perceba ou não compreenda. Talvez não saiba nem ao menos como contar para você, se é que farei isso um dia. Talvez demonstre sinais inconscientemente, sem ao menos perceber. Será que você conseguirá perceber e me ajudar nessa conquista?

Ah, se me apaixonar novamente, não sei se desejarei morrer ou desejarei você. A única coisa certa é que provavelmente terei medo de me machucar e talvez fique na minha ao invés de me declarar. Será que valeria a pena tentar novamente? Será que vale todo o risco de ficar mal novamente e sofrer durante algum tempo caso as coisas não funcionem?

Seja feliz sozinho.

O que é ser feliz?

Quem precisa de outro alguém para ser feliz? Sinceramente, passei muitos anos de minha vida achando que sempre precisava de alguém para ser plenamente feliz, hoje não vejo mais as coisas assim. Talvez faça uma certa falta, talvez compartilhar suas alegrias com alguém faça realmente toda diferença na vida mas não é algo extremamente essencial.

Às vezes sinto falta de alguém que nunca foi minha, sinto falta de ver seus sorriso, seu olhar, toda sua alegria que transborda e torna qualquer ser como eu, alguém um pouco mais doce. Mas não me vejo triste por não tê-la, apenas sinto que existe um pequeno espaço sem algo para preencher.

Dia dos pais.


Nos primeiros anos, sempre lembrava do dia dos pais, de uma forma dolorosa e cheia de saudades. Com o passar dos anos me esqueci do dia dos pais, só fico sabendo por conta das mídias ou pessoas que fazem questão de compartilhar e lembrar. Não fico mais triste como antigamente, passo o dia dos pais numa boa, antigamente, ficava muito sentido porque lembrava que tinha perdido meu pai.

É meio triste não ter pai mas também não é o fim do mundo. Sempre que paro para pensar como seria se meu velho ainda fosse vivo, fico feliz, porque tenho ótimas lembranças dele e acredito que ele estaria bem feliz pelos seus filhos, pelo menos é a ideia que tenho em mente.

O primeiro MacBook a gente nunca esquece.

MacBook Pro.

Mais um sonho realizado, diria que esse foi até um certo exagero mas depois de diversos anos sonhando com um Mac, adquiri um MacBook Pro. Claro, acredito que como muitos, comecei por baixo, peguei o modelo mais "barato", coloquei entre aspas porque acho que essa palavra não combina com produtos da Apple.

Peguei o MacBook Pro de 13"sem tela de retina, apesar de ser bem atraente, mas encarece demais o produto. Para começar a se aventurar no mundo Apple, acho que foi uma boa escolha, claro que algum macfag poderia responder melhor isso.

Minha saga com o MacBook Pro.

MacBook Pro.

Estava muito afim de comprar um MacBook Pro, tinha decidido pelo de 13", apesar que nunca gostei de notebooks com esse tamanho, mas quando falamos de Apple, não dá pra escolher o maior sempre. Fiquei pensando durante um bom tempo qual seria a grande utilidade dele, porque não substituirei meu desktop por um notebook.

Bom, está certo que muitos diriam que não se trata de um note qualquer, é um MacBook, etc. Mas, mesmo sendo um, será que ele satisfará todas minhas necessidades? Já começo com o contra do teclado, nunca gostei da disposição das teclas de note, sempre preferi um teclado "clássico". A digitação é maravilhosa, teclas confortáveis mas ainda não me agrada em termos de anatomia. Tudo bem, foda-se, basta comprar um teclado e utilizar nele e de vez em nunca, quando estiver fora de casa, utilizar o próprio.

A ciência médica de House - Volume 2.


Quem já leu "A ciência médica de House" não pode perder o volume 2. Ainda não li mas assim que fiquei sabendo de sua existência fui comprá-lo. Encontrei meu exemplar na Saraiva, na época era lançamento e nem mesmo o vendedor sabia de sua existência.

Para quem não leu nenhum dos volumes, o livro conta os casos vividos em House, se eles realmente podem ou não acontecer. Mostra o lado médico, não de todos os casos, mas conta sobre diversos casos encontrados na medicina que serviram de base para a série.

Isso demonstra o quanto a série era profunda e cheia de conhecimentos. Diversas coisas vistas em House podem ser levadas como aprendizado, pelo menos é o ponto de vista do livro. Para quem é muito fã, vale a a leitura, quem não é tão fã assim, não perca seu tempo.

Comentários idiotas.

Comentário idiota.

Qualquer um tem o direito de dizer o que quiser nos comentários dos vídeos do YouTube. Vale a opinião de cada um mas é claro que seria interessante que os mesmos fossem relacionados ao assunto do vídeo, pelo menos nos casos onde há um assunto.

Que seja chamando a pessoa de idiota por cometer alguma gafe, que seja elogiando por lhe ensinar algo útil, que seja qualquer coisa sobre a mensagem que a pessoa transmitiu em seu vídeo.

Vamos tentar ensinar novamente?

Um novo desafio.

Para relembrar o passado, darei umas aulas para um conhecido do trabalho. Gostei do cara, parece ser esforçado e precisa só de um pequeno empurrãozinho para caminhar. Espero que a terapia tenha sido realmente eficiente, esse será um grande teste.

E falando em trabalho, a cada dia estou curtindo mais, apesar de trabalhar um pouco mais que o esperado mas estou muito feliz. Quando você tem o que fazer e é algo que seja bacana, as coisas ficam mais bacanas. Espero prosseguir e conquistar meu espaço, atingir minhas metas e quem sabe agora sim dar uma alavancada na vida.

Relações antigas.

The notebook.

A chuva cai e me traz diversas lembranças de nós, enquanto éramos felizes e não dávamos o devido valor. Os tempos em que minha dedicação à você era maior que tudo, era mais importante até que viver minha própria vida. Alguns me perguntam se mudaria algo desse tempo, caso pudesse voltar atrás, sempre respondo que não, que cada segundo ao seu lado valeu a pena.

Talvez os excessos de amor e a falta de tempo tenham consumido nossas almas. No fundo, acho que erramos em diversos aspectos, por não ceder quando necessário e por simplesmente permitir que coisas "menos importantes" decidissem por nós. O fim não foi trágico mas deixou uma grande marca e uma dor incomensurável. Claro que toda dor de amor passa, pode custar, levar mais tempo do que esperamos...