A dor que inunda a alma

O que mudou?Tento sempre fugir de tudo quanto é dor, acredito que não exista algo mais insuportável que ela. Seja uma dor física ou mental, nunca é algo que podemos contornar com facilidade, por isso acho melhor evitá-la sempre. Fui acometido pela dor que me fez parar no hospital, não com tamanha intensidade, mas foi algo para ficar assustado novamente, achei estranho, tinha a consciência que estava até que abusando nas duas últimas semanas mas não imaginei que poderia sentir algo que me incomodasse tanto.
Mas, sinceramente, essa dor não chega perto ao sentimento que estou de distância, odeio sentir coisas diferentes no ar, coisas que não possuem uma explicação, aquilo que nos faz nos questionar noite após noite, tentando compreender o que poderíamos ter feito de errado. Provavelmente não seja nada, provavelmente ouvirei que é apenas impressão minha, mas sinto muitas mudanças nos últimos dias. Coisas que estão me incomodando, não de uma forma tão ruim, mas de uma forma preocupante. Sinceramente, fiz um pacto para não sentir mais esse tipo de angústia, praticamente uma promessa a minha alma de que me fecharia a qualquer sentimento que pudesse me abater ou me preocupar. Já não bastam todas as preocupações do cotidiano, da vida em si, que são enormes. Tinha mais algumas ideias, na realidade, esse pequeno texto deveria ser maior, até porque não concluí minha ideia inicial, mas a dor física não me permite mais ficar sentado aqui e a mental não me deixa prosseguir com minhas palavras...

Esse é o convite de parceria do YouTube?

Esse é o convite?Daqueles que possuem parceria no YouTube, alguém poderia confirmar se esse é o "tal" convite?

Vlog 0128 - YouTube e o pedido de amizade.

O que postarei no tumblr?

Gostei desse tal de tumblr.Bom, pensando seriamente em continuar divulgando excelentes trabalhos de vloggers bacanas, encontrei no tumblr a possibilidade de deixar o blog mais leve não postando tantos vídeos. Postarei vídeos que assisto e que gosto lá no tumblr, assim deixo ele somente para vídeos, utilizo-o porque gostei muito dele e de vez em quando posso até inventar de escrever algo por lá.
Se você gostaria de ver as coisas que assisto por aí, lá ficarão postados todos os vídeos que assisto e também os meus vlogs. Espero que isso ajude a melhorar um pouco o desempenho deste blog. Para quem quiser dar uma olhada, é só clicar: Pequenos detalhes da vida.

28º dia

Pelo menos sei a causa do meu estresse nos últimos dias...Sem surtos, uma semana praticamente inteira sem surtos. Não que não tenha ficado injuriado internamente, não que não tenha rolado uma guerra interna feroz e tão cruel quanto as externas normalmente são, mas dessa vez, eu sabia o real motivo. Não era simplesmente injúria sem razão, na realidade, com uma razão desconhecida, não ficamos injuriados sem motivos.
Em 7 meses de tratamento, pela primeira vez cheguei com causa, motivo e razão para minha injúria da semana, normalmente chego com injúrias das quais não sei explicar a real razão que me levaram a explodir. O fato mais interessante é que mesmo injuriado, puto da vida, não surtei, não tive as mesmas reações normais que teria em qualquer outro momento.
A parte engraçada é que minha injúria surgiu por uma razão da qual nunca liguei, mas como conversamos hoje, talvez eu sempre tenha ligado mas sempre guardei, deixei em algum cantinho porque talvez fosse algo com que não conseguisse lidar muito bem. E realmente, se analisarmos nos tempos atuais, agora que estou realmente injuriado por essa razão, é algo meio complexo de se lidar, somente um pensamento me vem a mente toda vez que penso nesse assunto. Nada melhora, nada muda, mas esses são pequenos detalhes. O maior problema é começar a notar que nada mudará e nada melhorará, talvez as guerras que travei sempre foram algo totalmente em vão, é, ainda tenho a capacidade de achar ao invés de ter certeza.

Vlog 0125 - Cesto de lixo não é porta treco.

Quem disse que homem não tem medo?

Medo?Acredito que a maioria dirá que não, que nunca sentiram medo de se apaixonar e se machucar por causa dessa pessoa. Na realidade, tenho quase plena certeza de que todos responderão que nunca sentiram esse medo. Normalmente, os sentimentos dos homens são em diferentes das mulheres, choramos apenas quando amamos demais a garota em questão mas existem casos raros em que somos mais sentimentais e mesmo na época da paixão sentimos algo avassalador.
Ainda concordo que somente quando a paixão vira amor é que podemos decidir o quanto nos importaremos com a pessoa em questão mas acho que tudo começa na paixão. Porque da mesma forma que o amor, a paixão diversas vezes também machuca, principalmente quando nosso alvo corresponde mas mesmo assim não podemos almejá-lo. Talvez essa seja a fase em que mais sentimentos certas coisas que muitas vezes quando amamos, não "necessitamos" mais sentir, desde que seu sentimento seja correspondido.
Quando amamos e somos amados não temos tanto medo de perder, desde que façamos tudo para deixar nossa amada segura e com isso também nos sentirmos seguros. Carinho, elogios, são pratos básicos servidos no dia a dia para mantermos o amor sempre em alta. Quando estamos apenas apaixonados, corremos sério risco de perdermos, de qualquer coisa simplesmente servir de "desculpa" para que aquele encanto todo acabe. Claro, nesse momento, muitos dirão que se não der certo nessa fase, é porque não era pra dar. Concordo em partes, mas ainda acho que as tentativas e erros, em muitos casos, nos levam para rumos diferentes.
Infelizmente, em alguns casos, não podemos praticamente nem tentar, diversos impedimentos podem fazer com que cheguemos a esse ponto tão crucial, diria até que cruel de um futuro relacionamento. Como digo algumas vezes: "Se acreditasse em papai do céu, diria que ele é um pândego...", continuo a pensar dessa forma, porque colocar uma pessoa tão perfeita perante meus olhos e depois tirá-la de mim, é algo que somente um piadista poderia fazê-lo.

Vlog 0122 - Não sabe desligar o alarme?

Vlog 0120 - Vídeo aula de um morto.

27º dia

Coisas boas.Lembrei somente da injúria que fora causada pelo SUS, pelo péssimo atendimento que tive ontem, esse foi um dos focos principais da conversa de hoje, na realidade, apenas o início. Cheguei lá meio perdido, não sabia sobre o que falar, estava um tanto quanto sem saber nem por onde começar e comecei pelo SUS.
Falamos muito sobre trabalho e esforço, ouvi muitas coisas sobre minha personalidade que nem mesmo havia notado em 32 anos de vida. As guerras pelas quais já passei são um grande diferencial, o esforço descomunal que fiz em diversos momentos da vida, as vitórias, as derrotas, hoje enxerguei diversas coisas na terapia. Dicas importantes essas sobre a minha pessoa, me fizeram reparar nas coisas sobre outro aspecto e novos pontos de vista. Engraçado, sempre pensei de forma contrária do que ela me mostrou hoje, fiquei realmente feliz, sai do consultório sorrindo hoje.

Minha pequena florzinha - 13 O aniversário dela.

Minha pequena florzinha - 13 O aniversário dela.Depois de tempos nebulosos, a paz finalmente chega a reinar nessa relação, não que tenha sido algo realmente muito conturbado, mas as últimas semanas foram realmente estranhas. Acho que o fato dela ter pensado se deveria ou não prosseguir com nosso relacionamento mexeu demais comigo, me deixou realmente com muito medo de perdê-la. Provavelmente isso aconteceu porque não estava com os pés no chão, nunca imaginei que ela poderia chegar nesse ponto, de pensar se realmente deveria prosseguir pensando na felicidade dos dois. Claro, compreendo, de uma forma não tão natural, mas compreendo. Afinal de contas, uma pessoa de cunho religioso do tamanho do dela, tem visões bem diferentes em relação ao relacionamento. O que normalmente seria uma briga por ciúmes ou qualquer coisa supérflua, no nosso caso era bem diferente e bem mais complexo que a maioria dos outros relacionamentos que tive na vida.

Vlog 0118 - Sua mãe reclama que você não dorme?

Como matar sentimentos?

Como um anjo...Se você pudesse simplesmente acabar com um sentimento, qual seria? Acredito que muitos diriam o amor, alguns o ódio, na realidade, em relação ao ódio, duvido que alguns diriam esse sentimento. Eu acho que gostaria de poder extinguir a saudade, sim, a saudade é algo que realmente nos toca profundamente, acredito que talvez seja o sentimento que mais nos machuca em alguns tempos.
Seja a saudade de um ente querido que se foi, uma namorada que te abandonou ou alguém que se mudou para muito longe.
A saudade consome totalmente sua mente, é algo incontrolável, é doloroso em muitos casos, nos tira todas as vontades. Quando sentimos saudades de alguém, principalmente se esse alguém é muito especial, esse sentimento se multiplica milhares de vezes e nos tira de nosso prumo. Sei o quanto a saudade dói e por essa razão decidi tentar não sentir mais isso.
Há pouco mais de 3 anos, tentei não me relacionar com ninguém, tentei não sentir nenhum sentimento um pouco acima de amizade para não sentir mais essa tal saudade, mas há coisas inevitáveis na vida, coisas que realmente não controlamos. Infelizmente a saudade é uma delas, um sentimento que é bom e ao mesmo tempo ruim. Tudo, em boas medidas, é bom, mas muitas vezes a saudade bate de uma forma realmente incontrolável e indescritível. Se um dia puder matar um sentimento, com certeza será a saudade...

Aquilo que consome minha mente

A tristeza que consome...Não cheguei a derramar uma lágrima, mas a vontade era enorme naquele momento em que disse diversas palavras que faziam sentido mas ao mesmo tempo eram apenas as leis do homem batendo na razão. Coisas me deixam realmente triste, pequenos detalhes que me consomem diariamente enquanto penso em coisas boas. Sim, totalmente contraditório, como algo bom pode lhe consumir a ponto de lhe deixar triste? Existem diversas possibilidades, diversas coisas boas que podem sim causar uma enorme tristeza em alguns seres normais e com coração.
Sou quase 100% razão mas com o lado emocional muito abalado. Talvez algumas mágoas da vida tenham me deixado mais próximo da razão e me permitiram controlar tanto a emoção. O problema é que em alguns momentos da vida não conseguimos controlar. Ter aquilo que não podemos ter é o sonho de consumo de diversas mentes e corações atordoados, atordoados por um sentimento que abate de forma cruel, na realidade, estou equivocado, o sentimento em si não é cruel, apenas as razões que não permitem que sintamos essas coisas é que são cruéis. Razões que para pessoas normais, são consideravelmente normal, mas quem inventou determinadas regras nunca pensou em emoção, apenas em razão.
Faz parte da vida, passamos por diversas provações no cotidiano, vários desafios que nos fazem pensar e refletir da forma mais dura possível. O mundo infelizmente não é perfeito, pessoas não são perfeitas, tudo é pura imperfeição e por que não podemos partir deste princípio e tentar algo realmente diferente? Diversas oposições serão impostas como grandes muralhas, o mundo tornará o céu negro, serão desafios demais mesmo para um ser como eu, sempre relutante. Bato de frente com diversas coisas da vida, realmente parto para a guerra em diversos momentos, mas existem coisas que não posso vencer...
Escrito ao som de "The little things give you away" do Linkin Park.

26º dia

Pensamentos.Uma única coisa maquinava em minha mente, me enfureci antes do tempo. Mal comecei a treinar um novo ser, a moldar uma nova criatura e já perdi a paciência. Realmente nem havia percebido direito o fato, quem me alertou fora meu sócio, nem ao menos percebi o que estava fazendo. Fato curioso e preocupante, afinal de contas, mal começamos o treinamento, o nosso Cap. Nascimento deveria hibernar nesse período inicial para entrar em foco somente daqui um bom tempo, de preferência, que ele nem aparecesse.
Diversos motivos podem ter me levado à esse ponto tão cruel, coisas que não devo comentar, pelo menos acho melhor não comentar. Mas é interessante porque encontramos alguns pontos que podem ter desencadeado tal fato. Cabe a mim conseguir lidar com tal situação e aprender a me colocar mais no lugar do aspira para tentar encontrar um ponto passível para a incursão. Preciso mesmo encontrar uma forma prática de conseguir treinar alguém, porque não é possível que somente minha pessoa não consiga ensinar nada a ninguém. Preciso aprender a ter paciência, preciso aprender a notar o momento em que estou próximo do abismo da loucura e tentar regredir para não explodir. Só assim conseguirei ensinar algo à alguém.
Ainda tenho esperança de conseguir treinar um aspira sem a necessidade de descer a porrada, como todos dizem a minha pessoa, já notamos que isso não é muito funcional. Normalmente o aspira espana antes da hora e de duas uma: vai embora ou não serve para nada. Bom, já comecei a segunda-feira pensando em ser mais tranquilo, agora vem a parte mais complexa que é ser realmente o que me propus. Não posso ser visto como um algoz, não quero, preciso realmente evitar isso.
Outras coisas interessantes são diversos pensamentos da época de adolescente que se perderam em meio as adversidades. Comentei sobre algumas coisas que deixaram minha terapeuta inquieta, mais voltada para o curioso mesmo. Mas realmente, até mesmo eu fiquei curioso em relação à determinadas coisas, porque algumas coisas foram se perdendo no meio do caminho. Bom, vamos ver na próxima sessão o que descobrimos em relação à essas coisas.

Vlog 0114 - Não respeita o sentido no estacionamento?

Torne alguém apenas parte da sua vida

Seja apenas parte da vida de alguém.Pessoas vem e vão, passam rapidamente ou vagarosamente, o que importa de fato são as lembranças que cada uma deixa. Seja uma pequena ou grande marca em seu coração e alma, o que importa é que você sobreviverá se respeitar uma regra muito importante: "Faça com que alguém seja parte da sua vida, não a sua vida!", porque amar é bom, amar demais é doentio.
Eu tinha esse problema, transformava as pessoas em minha vida, não fazia outra coisa a não ser viver em função da pessoa amada. Isso é cansativo, para ambos os lados, talvez seja mais cansativo para quem recebe esse tipo de sentimento.
Muitas pessoas não conseguem mais pensar por si quando encontram aquela que chama de alma gêmea, aquela com que dizem querer ter filhos, casar, formar uma família. Acho que toda demonstração de amor deve ser feita, mas quando o negócio parece virar uma doença, é caso para refletir e checar se não está exagerando nas doses de amor. Viver em função da emoção, em função de outra pessoa, apenas o transformará em um nada, não lhe permitirá tomar decisões importantes, até mesmo não lhe permitirá terminar o relacionamento caso seja necessário. Isso nos deixa cegos e estorva a vida da pessoa amada. Além do mais, você também é uma pessoa, tem que ter um pouco de próprio e respeito por si.
Transforme seu sentimento em parte da sua vida, faça que ele seja mais uma peça para continuarmos movendo a engrenagem, para que a máquina nunca pare. Se transformar seu amor, a pessoa amada na máquina, o que acontecerá quando ela resolver lhe abandonar? Sempre tenha em mente, as coisas podem mudar, pessoas podem até não mudar, mas os momentos, os sentimentos, mudam a cada segundo, muitas pessoas são realmente inconstantes demais, isso indiferente do tamanho do amor que ela poderá lhe proporcionar. Nunca ame pensando em perder, mas mantenha sempre os pés no chão.
Escrito ao som de "Crawling" do Linkin Park.

Vlog 0112 - Placa mãe. Trabalhar no sábado. Verificando os efeitos da terapia.

Vlog 0109 - Preguiça de virar a foto?

25º dia

Nem tudo é anormal.Nem tudo é anormal em termos de estresse, o que passei no sábado, todo aquele nervoso não devia ser levado como algo tão anormal, apesar que esse tipo de coisa agora me deixa encanado às vezes.
Sinceramente, tem horas que não sei se estou exagerando no nervoso ou se estou nos níveis normais de pessoas normais. Claro que qualquer um ficaria nervoso porque acertaram seu veículo, mas o modo como meu corpo reage ao nervoso é que é realmente "assustador".
Hoje quase perdi a consulta, porque normalmente quando chego e a porta está trancada, é porque minha terapeuta ainda não está. Fiquei esperando por 25 minutos, tentei abrir a porta mais uma última vez, imaginando que ela poderia estar lá e ter trancado porque estava ocupada, sem êxito. Quando estava praticamente indo embora, por sorte ela me ouvia e foi ver sua porta. Mais um pouquinho e eu perdia mais uma consulta. Estava partindo meio triste porque realmente gostaria de ter a consulta de hoje, e foi extremamente boa, conversamos bastante sobre diversos aspectos que mudei.
O maior e sempre frisado, é o auto-controle que ganho a cada dia, apesar de ficar nervoso e pensar diversas merdas, também consigo me segurar para não explodir da forma mais convencional e conhecida de minha pessoa. Claro, não estou 100% à prova de explosões, mas pelo menos os surtos estão bem mais tranquilos que os anteriores, não estão em níveis normais ainda, mas estou bem melhores do que antes. Acredito que existam momentos em que eu não deveria me estressar, deveria deixar a coisa passar em branco, mas tem horas que são realmente inevitáveis. Detalhe importante, que pensei muito nessa manhã, deixar certas coisas para lá. Deixar a merda acontecer, mesmo quando tenho plena certeza de que dará merda, para mostrar as pessoas que seria realmente melhor fazer da outra forma sugerida. Isso é bom e ruim, o lado bom é que não me estressarei mais em diversos momentos, o lado ruim, é que quando me estressar terei que resolver a merda que ocorrerá. Mas quem sabe isso não me ajuda?