Aquilo que consome minha mente

A tristeza que consome...Não cheguei a derramar uma lágrima, mas a vontade era enorme naquele momento em que disse diversas palavras que faziam sentido mas ao mesmo tempo eram apenas as leis do homem batendo na razão. Coisas me deixam realmente triste, pequenos detalhes que me consomem diariamente enquanto penso em coisas boas. Sim, totalmente contraditório, como algo bom pode lhe consumir a ponto de lhe deixar triste? Existem diversas possibilidades, diversas coisas boas que podem sim causar uma enorme tristeza em alguns seres normais e com coração.
Sou quase 100% razão mas com o lado emocional muito abalado. Talvez algumas mágoas da vida tenham me deixado mais próximo da razão e me permitiram controlar tanto a emoção. O problema é que em alguns momentos da vida não conseguimos controlar. Ter aquilo que não podemos ter é o sonho de consumo de diversas mentes e corações atordoados, atordoados por um sentimento que abate de forma cruel, na realidade, estou equivocado, o sentimento em si não é cruel, apenas as razões que não permitem que sintamos essas coisas é que são cruéis. Razões que para pessoas normais, são consideravelmente normal, mas quem inventou determinadas regras nunca pensou em emoção, apenas em razão.
Faz parte da vida, passamos por diversas provações no cotidiano, vários desafios que nos fazem pensar e refletir da forma mais dura possível. O mundo infelizmente não é perfeito, pessoas não são perfeitas, tudo é pura imperfeição e por que não podemos partir deste princípio e tentar algo realmente diferente? Diversas oposições serão impostas como grandes muralhas, o mundo tornará o céu negro, serão desafios demais mesmo para um ser como eu, sempre relutante. Bato de frente com diversas coisas da vida, realmente parto para a guerra em diversos momentos, mas existem coisas que não posso vencer...
Escrito ao som de "The little things give you away" do Linkin Park.

Nenhum comentário:

Postar um comentário