Minha pequena florzinha - 12 Eventos inesperados

Minha pequena florzinha - 12 Eventos inesperados.Juras e mais juras de amor, paixão avassaladora que tomou conta de nossos corações, todo aquele sentimento parecia interminável, algo que realmente duraria por muitos anos se não para o resto de nossas vidas. Era engraçado, a forma como conversávamos no msn, o modo como nos tratávamos pessoalmente, as belas palavras que saiam daquela boca de lábios carnudos e macios, com seus olhinhos levemente puxados, olhos que sorriam sempre que nos víamos.
Tudo que falei, foi de coração e sempre senti o mesmo dela, não pareciam palavras artificiais, muito menos um script decorado, eram palavras realmente sinceras, verdadeiramente provindas de seu interior, pelo menos sempre senti dessa maneira. Cada vez que ela dizia: "Eu te amo!", ficava marcado em meu peito, era uma sensação extremamente boa, não conseguia me acostumar à tanto amor. Era engraçado porque não me sentia assim há muitos anos, não conseguia sentir o amor de alguém de uma forma tão forte como sentia o dela e o mais bacana é que eu retribuia todo esse amor e carinho, porque também sentia que a amava demais, mais que tudo nessa vida, seria capaz de levar um tiro no lugar dela...

Vlog 0087 - Natal. Presentes coloridos.

Lentidão no Microsoft Outlook 2007

Atualização maldita.Se após efetuar uma atualização mais ou menos no dia 18/12/2010 e de repente seu Microsoft Outlook 2007 começou a apresentar problemas de lentidão na mudança entre pastas, eis a solução.
No Windows XP, vá até o painel de controle e selecione a opção "adicionar ou remover programas" ou apenas digite "appwiz.cpl" no iniciar/executar. Selecione a opção "exibir atualizações" na janela apresentada.
No caso do Windows Vista ou 7, vá ao painel de controle e selecione a opção "Programas" em seguida, "exibir atualizações instaladas".
Procure pela atualização "KB2412171", remova e reinicie seu Microsoft Outlook 2007.

Respondeu o que?

Limite-se a responder apenas o que lhe foi perguntado.
Esse é o momento onde utilizo a famosa frase: "Limite-se a responder apenas o que lhe foi perguntado".

23º dia

Alimentando o ódio...Semana estressante, cheia de surpresas e desgostos, claro que o estresse teria que participar da festinha. Problemas aos montes, o azar ou a cagada esteve presente em todos os momentos destes últimos episódios que cercaram minha vida.
Mudanças são sempre chatas e sempre atraem o estresse, claro que apesar de ser do escritório, não poderia ter consequências diferentes. Diversos atos falhos rolaram no decorrer desta destemida história.
Tudo isso foi levado até o conhecimento de minha terapeuta, na realidade, ultimamente tenho notado que ando mais estressado, não chego ao ponto de como era antes, mas ando mais estressado. Gritei com duas pessoas no meio do trânsito, não me exaltei ao extremo mas cheguei bem próximo. Tive vontade de arremessar uma taça ou dar uma cadeira, pensei muito em qual das duas coisas fazer, porque um idiota resolveu fazer uma brincadeira imbecíl comigo e colocou sal no meu último copo d'água. Uma mulher entra no supermercado na contramão, grito, xingo quando ela já não pode ouvir, fico puto da vida porque provavelmente tinha uma criança no banco traseiro do carro. Deixam uma cadeira no meio do caminho, isso porque viram que eu estava passando à todo momento por lá e mesmo assim deixaram a cadeira no meio do caminho, peguei a cadeira e pensei seriamente em jogar em cima das pessoas que a deixaram lá mas joguei em outro corredor de mesas para tirar do meu caminho.
Coisas que mais parecem ser: "Não podemos atrapalhar o príncipe Marcelo...", foram as palavras que minha psicóloga utilizou, não vejo bem dessa maneira mas é praticamente isso que parece. Todos os episódios que contei a levaram a esse ponto de partida, um ponto em que tentamos descobrir porque me sinto tão ferido, tão insultado pelos atos que no máximo deveriam me deixar apenas puto mas não a ponto de pensar em arremessar uma cadeira.
Comentamos ainda que eu sinto uma braveza enorme, que chega a ser ódio, engraçado, nunca comentei que sinto ódio mas ela pescou no ato. O cultivo que faço desse ódio, prolongar algo que não necessita ser prolongado, é algo que faço constantemente. Fico ali, maquinando, cultivando, remoendo as coisas que me deixaram puto. Penso em diversas coisas a fazer para "reparar" aquilo de uma forma muito cruel. Pensei em foder a empresa inteira por causa do episódio com o copo d'água mas me contive porque descobri os autores de tamanha idiotice. Porque vejamos do seguinte ponto de vista, para minha mente insana, dar uma cadeirada na cabeça ou nas costas de quem resolveu por sal em minha água, seria algo extremamente razoável, normal, uma devolução até amena em relação ao que ocorreu. Por essa razão pergunto: "Por que brincar com uma pessoa tão estúpida e sem noção?", não consigo encontrar uma resposta para tal idiotice, já que todos sabem que não suporto brincadeiras, que odeio qualquer tipo de brincadeira machista idiota ou estúpida.
O fato de alimentar meu ódio, fez minha terapeuta chegar a seguinte conclusão: "Alimento tamanho ódio para não deixar outra coisa vir a tona.", foi algo muito interessante que ela comentou, e exatamente nesse momento me veio a ideia do conformismo que tanto brigo com um de meus sócios. Foi engraçado, mas realmente parece que necessito sentir ódio, passar por todo esse estresse que o cotidiano de qualquer pessoa gera. Não consigo simplesmente deixar as coisas pra lá, deixar as coisas acontecerem mesmo sabendo que algo não dará certo. Simplesmente tenho que sair na porrada verbal contra tudo e todos. Tenho esse problema, em diversas sessões ela já me disse que não seria problema algum esperar a merda acontecer para depois mostrar que estava certo, mas na maioria delas não consigo, simplesmente não consigo esperar a merda acontecer porque na maioria das vezes quem tem que arrumar sou eu.
Feliz natal, feliz ano novo e aguentarei firme e forte até o dia 11...

As guerras do dia a dia

Você é um moleque... Um moleque...Sinceramente, odeio pessoas que acham que seguir determinada profissão dá muito dinheiro, que dá status ou qualquer outra coisa que não seja a plena satisfação com sua profissão. Acho engraçado, depois que houve o "bum" da informática no país, todo aspirante a "hacker" sente que pode ser mais uma na área de TI e que poderá ganhar muito dinheiro com isso.
Infelizmente, virou fato que em todas as áreas existem pessoas que não atendem os pré-requisitos mínimos e mesmo assim mantém suas cadeiras cativas em diversas empresas do ramo. É triste admitir, mas o mundo está cheio de oportunistas em todas as áreas, na realidade, muitos embarcam com a falsa sensação de que ganharão quantias exorbitantes em espécie, que serão algum Bill Gates ou algum Steve Jobs, são os exemplos que tenho para citar. Ainda existem, muito poucos, mas existem aqueles que são realmente apaixonados pelo que fazem, que se atiram de cabeça em busca do conhecimento para um dia poder bater no peito e dizer que superou diversos limites para chegar no patamar em que chegaram. Alguns merecem o reconhecimento, são pessoas que venceram, que lutaram, batalharam e realmente merecem estar onde estão.
Infelizmente os oportunistas, na realidade, acredito que a palavra "pilantra", caberia melhor ao cidadão. Esses são aqueles que conseguem ludibriar diversas pessoas, que empurram sempre com a barriga qualquer coisa que precisam fazer ou conhecimento que precisam adquirir. O engraçado, é que muitos não percebem pessoas assim, eu tenho sérios problemas em relação à isso, em pouco tempo de trabalho, você consigo separar o joio do trigo e sei que tenho 4 peças na mão que são assim. Talvez as diversas tentativas tenham cansado seus respectivos coordenadores, em alguns casos, alguns preferem até fingirem que não veem da mesma maneira que vejo, e ficam apenas aguardando um oportunidade para se livrarem de todo o mal. Por que o simples fato do cidadão não possuir perfil técnico para coisa, já não serve para uma boa demissão?
Todo mundo quer ganhar dinheiro, todo mundo precisa disso para sobreviver, mas por que tirar a oportunidade de quem realmente tem vontade e quer aquilo para si? É fácil entrar em qualquer corporação com indicação, mesmo que você seja um merda, quando alguém te indica, esse alguém confia ou gosta muito de você e quem recebe a indicação, provavelmente levará isso em conta. Mas é incrível, a máscara cai sempre após seis meses, parece carta marcada, parece coisa do destino, mas acredito mais que a pessoa já se sinta confortável para não ter mais que se esforçar para mostrar o quanto ela vale.
Fico imaginando se eu tivesse trilhado o mesmo caminho, mas sem me esforçar da maneira como me esforcei. Se simplesmente resolvesse perguntar tudo aquilo que eu precisava fazer ao invés de buscar o conhecimento sozinho, será que seria o mesmo profissional que sou hoje? Não que seja um excelente profissional, tenho meus defeitos como todos, afinal de contas, apesar de não demonstrar que penso dessa maneira, mas ninguém é perfeito. Desde que comecei a atuar nessa área, nunca quis o comando, nunca quis administrar uma equipe, porque sempre soube o quanto injuriado era em relação à pessoas que não querem saber de trabalhar. Sempre aceitei que não tinha perfil de coordenador, tenho o pulso firme, pondero determinadas coisas, mas em muitos outros aspectos sou um péssimo coordenador, sou um péssimo exemplo de pessoa para toda sociedade que me cerca.
Talvez um dia me conforme como todos e desencane um pouco das coisas. Quem sabe eu chegue ao ponto de permitir que certas coisas que não deveriam passar em branco, sejam passados. Quem sabe uma tragédia em um cliente nem seja comentada por minha pessoa. Eu acredito que um dia chegarei nesse ponto, que é o que chamo de conformismo, mas diferente de mim, outros comentam que é a vida, que cada um é cada um e que todos possuem seus limites e não os superarão. Por enquanto ainda acredito que com muito esforço, diversos dos limites podem ser superados, que nossos limites são impostos apenas pelas nossas mentes. Mas se um dia conseguir entrar nesse conformismo genérico, com toda certeza já terei mudado de área de atuação.

Improvável - Só perguntas

Quer saber mais sobre eles? Acessem Improvável - Um espetáculo provavelmente bom.

Vlog 0083 - 14 anos sem você.

Tá e daí?! - Vídeo aleatório, Zombiewalk e Feliz Natal do Al Capone.

Tá e daí?! Acompanhem seu vlog ou no twitter.

22º dia

Dieta?Não houve tanto estresse, tantas coisas que me fizeram elevar meus nervos à flor da pele, mas houveram algumas coisas que me desagradaram, mas claro que nada grave, e assim iniciou-se mais uma sessão com minha diviníssima psicóloga.
Para ser sincero, hoje não estava muito a fim de trabalhar a mente, a chuva é algo que realmente me deixa meio puto só de pensar em pegar a moto, porque já começo a imaginar o trânsito, a capa de chuva e o monte de merda que encontrarei pelo caminho. Dito e feito, cheguei um tanto quanto estressado, mas novamente nada grave.
Algo interessante, que comentei também, é que refleti muito sobre o fato de transformar toda minha diversão em obrigação e fiz jus à meus pensamentos e tentei me divertir ao invés de me sentir obrigado a fazer algo. Inclusive mudei minha rotina, quando não tenho vontade de ir até meu sobrinho, porque quero fazer algo em casa, fico em casa numa boa. Pensando por esse lado, notei que nem ao menos fazia algo que realmente me divertisse, a não ser conversar com minha família, nem meus vlogs eram diversão, apenas uma rotina obsessiva de sempre postar um vídeo por dia. Claro que realmente gosto de postar um vídeo por dia, mas transformei isso em obsessão, em rotina, em mais um transtorno para meu cotidiano, o que andava até me desagradando um pouco, e por essa razão, resolvi postar sempre que estivesse realmente com vontade de falar, que estivesse disposto a gravar.
Isso já fez uma enorme mudança em minha mente, me deixou mais relaxado, bem mais tranquilo, tanto que isso refletiu na semana que se passou. Claro que nem tudo é um mar de rosas, mas já foi um grande passo para evolução mental. Espero continuar nesse pique que me empolga de fato, porque ando meio desanimado e juntar desanimo com estresse, não é algo realmente legal.
Falamos até mesmo de alimentação, o modo como eu como e etc..., de início fiquei meio perdido, mas continuei falando porque sei que tudo tem um propósito e normalmente são bem interessantes, mas em relação à isso, nada de muito novo relacionado diretamente a minha pessoa. No geral, apesar do estresse causado pelo trânsito, o dia foi muito produtivo na terapia, foi bem diferente, bem agradável.

Ferd's vlog - Crianças | Pessoas chamando | Amigo secreto ...

A minha querida Nanda Garcia voltou, o trabalho dela é super bacana! Acompanhem no YouTube, blog ou no twitter!

21º dia

Relaxa capitão, relaxa.Relaxar, essa é uma palavra que há muito não faz parte do meu vocabulário, fato. Consigo transformar tudo em coisas que viram obrigação, que deixam de ser lazer para tornarem-se mais estorvos em minha vida. O mais cômico, é que nunca percebi o quanto faço esse tipo de coisa, o quanto transformo as coisas em obrigação, em quanto deixo de me "divertir" por causa do meu metodismo com tudo.
Até mesmo tocar na banda, que era algo que deveria ser legal, acabou se transformando em um transtorno, porque eu não aguentava mais me dedicar tanto a guitarra, a música, porque me estafava praticando todas as noites de 3 a 4 horas, algo que deixa de ser saudável. A dedicação é levada ao extremo, não consigo estabelecer um meio termo que me satisfação a não ser a exaustão. Isso é triste, porque eu mesmo estrago meus prazeres, como comentei hoje, a única coisa que não é metódica em minha vida, é o sexo.
Acho que meus namoros não dão certo porque transformei muitas vezes em coisa do tipo exército, tudo com horários, programação que tinha que ser necessariamente cumprida. Sem surpresas, sem visitas inesperadas, quando não quero, não quero, quando quero ou é naquela hora ou não precisa mais. Esse é o tipo de coisa que nos mata vagarosamente, que nos faz chegar a situações em que nada nos agrada mais. Isso consegui enxergar por causa de ajuda, da ajuda que tenho toda semana, da santa terapia que faço. Algo extremamente simples se pararmos para analisar, mas é realmente complexo para quem vive, muitas vezes nem percebemos que fazemos esse tipo de coisa. Sinceramente, até hoje não havia encarado dessa forma as coisas, que transformava meu lazer em obrigação, que fazia tudo virar algo chato de se fazer. Tenho que me divertir mais... E isso não significa necessariamente sair de casa.

Vlog 0076 - Foi uma festa? Confraternizar o que? Coma bem duas vezes. Programas infantis? Muito peso.

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida...

Luis Fernando Veríssimo.Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:

"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

- Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ?
- Ainda bem que esse infeliz morreu !

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?

No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo. "SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda".

Dez coisas que levei anos para aprender

Luis Fernando Veríssimo.1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.