Nosso primeiro beijo.

Futura?

Nos encontramos por um acaso, você estava com um vestido, aquele sorriso maravilhoso estampado no rosto e de batom. Nos olhamos por alguns segundos até acreditarmos que estávamos ali, naquele momento quase mágico, logo em seguida você olhou para o chão, como se tivesse ficado sem graça. Fui ao seu encontro e te abracei com muito carinho. Você retribuiu meu abraço com uma ternura que nunca senti.

Conversamos por longas horas, mesmo sem muito contato, parecíamos amigos de milhões de anos, nossa afinidade estava em alta. Resolvemos comer algo, não lembro o nome do lugar, enquanto esperávamos nossos pedidos, você ficou em silêncio mas seu sorriso não deixou de existir por um segundo sequer. Eu olhava encantado para cada pedacinho do seu rosto, estava sedento por um beijo, mas não achei o momento apropriado.

Domingo é dia de deixar as pessoas em paz.

Me deixe em paz.

Quem é que liga para casa de alguém às 7h30 da manhã? Especifiquei para os idiotas não ficarem pensando que poderia ser da noite. Para piorar a situação, quem é que liga esse horário em um domingo? É praticamente um desrespeito, falta de compaixão, de amor...

Passamos a semana inteira trabalhando 10 ou 11h, levantamos cedo até no sábado para fazer o que não foi possível durante a semana, quando pensa em descansar pelo menos no domingo, alguém resolve ligar no meio da madrugada, 7h30 é madrugada quando falamos de domingo. E qual a pior coisa que esse ser poderia perguntar? Alguém imagina? Alguma ideia? Mas é claro que mesmo com aquela voz de quem voltou do inferno, o(a) infeliz precisa perguntar se estava dormindo.

Tipos de vizinhos.

Show de vizinha.

Todo mundo tem vizinhos. Alguns são tão legais que até incomodam. Outros são tão sinceros que chegam a ser chatos. No geral, você não se importa com metade de vizinhança, cumprimenta por educação e tenta não arrumar encrenca com nenhum deles, afinal de contas, terá que conviver com eles até se mudar ou eles partirem.

Em alguns casos é bem fácil conviver com eles, basta evitá-los. E sinceramente, acho que é a melhor política e a maneira mais correta de evitar conflitos desnecessários. Faz bem um camarada que nunca se envolveu com o povo que aqui reside.

O fim da carreira.

Swordfish.

Em diversos momentos da vida me odiei, mas acho que nenhum supera quando eu faço alguma cagada. Seja na vida pessoal ou profissional, isso é algo que me deixa extremamente puto. Essa semana fiz algo e nem ao menos me toquei da cagada, não tive aquele famoso estalo no melhor estilo "House" que normalmente acontecia durante meu sono.

Não sei se foi apenas distração ou se chegou o momento de me aposentar dessa vida e partir pra outra. Sei que ando meio inconformado com as cagadas, são coisas tão banais, implementações onde normalmente não cometeria esses absurdos. Não sei se estou me cobrando demais mas sei que não estou muito contente e espero que as coisas melhorem.

Um abraço.

Um abraço.

Às vezes queria ter alguém para abraçar, contar como foi o dia, falar sobre o que gosto ou simplesmente ouví-la contar sobre suas coisas. Queria poder ter para onde ir e ter a certeza que nesse lugar há alguém me esperando. Queria dormir e acordar ao lado de alguém, para encontrar um cabelo bagunçado mas com um belo sorriso de bom dia.

Essa sensação de falta, de carência me corrói de vez em quando, talvez eu ainda tenha coração, talvez eu esteja pronto para tentar mais uma vez, mas o medo do passado me faz sempre ficar com o pé atrás. Será hora de tentar me envolver novamente com alguém ou devo mesmo me manter firme e prosseguir do jeito que estou?

Sou programador, não santo milagreiro.

Milagres.

Por que pessoas perguntam o tempo todo coisas que você não deve necessariamente saber? Celular, site, compras online, etc... Quando alguém vem perguntar sobre programação, vejo total sentido porque é isso que faço. Agora, só porque trabalho com computadores, não quer dizer que sei sobre tudo relacionado a computadores.

Não é porque somos programadores que devemos saber como funcionam todos os programas que existem para Windows, OSX, Linux e outros sistemas operacionais existentes no mercado. Também não quer dizer que muitos não saibam mexer com tudo quanto é software, mas é necessário compreender que muitos não gostam de ficar de "favorzinho" por aí.

Devido a perda de 1h...

Horário de verão?

Devido ao horário de verão, não foi possível escrever os posts da semana.

A desculpa colou? Creio que não.

Queria algo a mais...

Amor e outras drogas.

Não queria apenas um beijo ou uma transa, queria algo mais, queria algo sério, mas você nunca conseguiu compreender isso. O lance que tivemos foi bacana, interessante, mas queria mais, queria te foder todos os dias, beijar sua boca todas as manhãs e quem sabe um dia dizer...

Mas, não, você logo me jogou pra fora de sua vida. Me dispensou como se fosse uma blusa que usou e não queria mais. O que poderia fazer? Afinal de contas, tínhamos combinado isso praticamente. Nos faríamos apenas um favor, mataríamos nossa necessidade de carne e prosseguiríamos como se nada tivesse acontecido. Mas há muito que eu queria ficar com você, há muito que te desejava como alguém sedento por água no meio do deserto.

Perdido no ciclo.

Déjà vu.

E quando tudo em que pensa escrever se sente um certo déjà vu? Sinal que não tenho mais criatividade ou que meu subconsciente está roubando minhas próprias ideias? Sempre me deixou levar ao escrever, nunca paro muito para pensar para não resolver mudar tudo e re-escrever um novo texto. Acho que perdemos um pouco da alma quando resolvemos mudar o texto.

Talvez a essência de minha escrita seja essa, ser natural, não pensar em regras ou em como os textos ficariam mais legais ou engraçados se escrevesse isso ou aquilo. Também deixo alguns erros de digitação porque raramente releio algum texto após escrevê-lo, tudo isso porque sei que mudarei-o todo. Isso é bom ou ruim do ponto de vista de vocês, leitores?

Bloqueado.

Bloqueado.

Seiscentas e sessenta e seis tentativas depois e ainda não consegui escrever um novo "Na sua estante", que sempre faço questão por conta da Jú. Infelizmente, ganhei um bloqueio mental para escrever nessa semana, talvez seja o excesso de trabalho, apesar que não sinto que ando trabalhando demais. Talvez seja uma simples falta de vontade de escrever, apesar que durante o dia sempre sinto vontade. Não sei mais o que fazer, estou com um post parado há um mês e tinha uma ideia que gostara tanto...

Família é família.

Pai.

Todos passamos por diversos problemas na vida, sejam pessoais, familiares ou profissionais. Precisamos saber como proceder em cada um desses momentos sem nos desesperar. Claro, em alguns casos, é praticamente inevitável mas se você é o alicerce de certas construções, não pode se abalar.

Realmente acredito que não seja fácil viver, não por ter uma vida difícil ou algo parecido, mas sei que conviver com seres humanos é algo bem complexo. Há diversas coisas que são inevitáveis, outras que podemos contornar com alguma solução meio maluca, mas quando falamos de família, acho que precisamos remediar da melhor forma possível.

Sobre o texto de segunda.

Moleque esperto.

Curtiram o post de segunda? Há muito queria escrever algo nesse gênero mas sempre me faltou coragem. Tentei ser sutil, simplista até, porque o foco não era na pornografia. Já pensei em escrever contos eróticos mas acho que não tenho vocação.

Soltei o texto de segunda porque ele martelava minha mente há muito tempo mesmo, então achei que seria sadio colocá-lo pra fora, melhor que por o pênis e postar aqui. Gostei das poucas opiniões e fiquei muito feliz com o resultado, pela primeira vez reli um post.

Poucas novidades e falta de criatividade.

Microsoft Comfort Curve 2000.

Hoje é aniversário da minha cunhada e trabalharei até tarde, espero conseguir chegar pelo menos na hora de cortar o bolo. Não posso reclamar da vida que tenho agora, afinal de contas, receber horas extras é algo que não conhecia.

E voltamos a trabalhar mais que o horário normal, acredito que nas próximas duas semanas. Se um dia não encontrarem um post ou um vídeo no vlog, é sinal que a vida profissional está me consumindo novamente.