28º dia

Pelo menos sei a causa do meu estresse nos últimos dias...Sem surtos, uma semana praticamente inteira sem surtos. Não que não tenha ficado injuriado internamente, não que não tenha rolado uma guerra interna feroz e tão cruel quanto as externas normalmente são, mas dessa vez, eu sabia o real motivo. Não era simplesmente injúria sem razão, na realidade, com uma razão desconhecida, não ficamos injuriados sem motivos.
Em 7 meses de tratamento, pela primeira vez cheguei com causa, motivo e razão para minha injúria da semana, normalmente chego com injúrias das quais não sei explicar a real razão que me levaram a explodir. O fato mais interessante é que mesmo injuriado, puto da vida, não surtei, não tive as mesmas reações normais que teria em qualquer outro momento.
A parte engraçada é que minha injúria surgiu por uma razão da qual nunca liguei, mas como conversamos hoje, talvez eu sempre tenha ligado mas sempre guardei, deixei em algum cantinho porque talvez fosse algo com que não conseguisse lidar muito bem. E realmente, se analisarmos nos tempos atuais, agora que estou realmente injuriado por essa razão, é algo meio complexo de se lidar, somente um pensamento me vem a mente toda vez que penso nesse assunto. Nada melhora, nada muda, mas esses são pequenos detalhes. O maior problema é começar a notar que nada mudará e nada melhorará, talvez as guerras que travei sempre foram algo totalmente em vão, é, ainda tenho a capacidade de achar ao invés de ter certeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário