E o mundo perdeu suas cores...

As cores se foram.Quando você menos espera, percebe que não tem motivação para nada, nem mesmo para as coisas que mais ama fazer. O mundo a sua volta parece estar em diversos tons de cinza, mais escuros algumas vezes que a noite profunda. De repente você percebe que nem faz ideia do que lhe tirou a motivação, na realidade, até tem uma certa noção mas não sabe exatamente o que está incomodando.
Você não consegue disfarçar seu desânimo, sua desmotivação total, isso acaba refletindo em tudo em sua volta, inclusive no seu trabalho. Nessa hora você para, pensa, reflete sobre tudo e ainda assim não consegue encontrar o que extermina sua vontade de fazer qualquer coisa. Até mesmo respirar e comer se tornam tarefas difíceis para o dia a dia.
Você percebe que não é falta de descanso, que não são aquelas férias que você não tira a mais de 2 anos que lhe incomodam, na realidade, talvez tenha sido melhor não ter saído de férias. A falta de dinheiro também não lhe incomoda, a vida inteira faltou ou senão sempre teve aquela fonte exata para não faltar mas nunca sobrar, então você concluí com toda certeza de que não é por causa de dinheiro também. Acordar cedo já não é mais uma tarefa do dia a dia, tornou-se rotineiro você não ter hora para entrar e muito menos para sair, mas isso também não lhe incomoda.
Se você procurar nos confins de seu subconsciente, sabe que encontrará o real motivo da sua desmotivação, mas tem medo de procurar exatamente porque tem medo de encontrar a real causa. Se pararmos para analisar como psicanalistas, provavelmente saberemos que no fundo você sabe o motivo mas prefere acreditar que não seja aquilo sobre o qual você pensa ser. Seu coração palpita sempre que para para pensar no assunto e você acaba desistindo de tentar analisar toda situação. Talvez porque não tenha solução ou porque a solução seja tão drástica que seja melhor deixar as coisas como estão. Mas você sabe que a situação não pode continuar no pé que está, você tem necessidade de viver e conseguir conviver com outros seres de sua espécie, mesmo não gostando de todos. Muitas pessoas me convencem de que a cegueira é algo bacana para o dia a dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário