Sem rumo

Cego, surdo e mudo...Completamente cego, sigo perdido pela imensidão do mundo sem ao menos saber onde chegar. Totalmente surdo, caminho pelas estradas barulhentas sem ao menos ter noção do que vem pela frente. Praticamente mudo, procuro por palavras que preencham a imensidão desse vazio que sinto dentro de minha cabeça.
Talvez eu já esteja morto e não saiba. Talvez eu seja apenas uma alma que vaga no horizonte, buscando por resposta sobre minha morte. Um corpo vazio, com uma mente vazia não servem de nada. Uma mente sem um rumo também não serve para nada, apenas para ser apenas mais um, mais um na imensidão do grande público.
Ser apenas mais um não satisfaz a ninguém, ser apenas mais um não me dá vontade nem ao menos de ter o trabalho de respirar todos os dias. Se quisesse ser apenas mais um, não passaria por 15% das coisas que passo, não viveria nem mesmo 10% do meu dia a dia. Não me esforçaria 1% do que me esforço e não me irrita nem mesmo 0% ao dia.
Se você pensa pequeno e deseja ser apenas mais um no meio da multidão, boa sorte, é a única coisa que posso lhe dizer. Se não quer fazer diferença onde está, não posso fazer nada por você, posso apenas me sentar e assistir ao seu "espetáculo" aguardando ansiosamente o fim. O máximo que poderei fazer é aplaudí-lo com desprezo, com nenhuma satisfação. Apenas serei mais um aplaudindo o esperado, o de praxe, o básico.
Continuo cego, surdo e mudo, aguardando ansiosamente o dia em que poderei voltar a enxergar coisas maravilhosas, ouvir palavras doces e dizer que posso sentir tudo isso novamente. Pode ser utopia? Talvez, quem sabe, ninguém sabe, talvez nem o mais sábio de todos poderia responder essa pergunta, mas ainda tenho a esperança de que um dia isso aconteça. Ainda sonho com um mundo que nunca existirá, que nunca sequer chegaremos perto. Apenas espero como todos, sendo apenas mais um...

Nenhum comentário:

Postar um comentário