Sou um cara de muita sorte

Eu sou o capeta...Estou quieto na rua fumando, fui até para outro canto para não incomodar um senhor, coisa que é realmente inacreditável. De repente, caminhando para o prédio, uma senhora para e me oferece um folheto, notei que se tratava das palavras do senhor, sei lá de onde tiraram que o cara é o "senhor", falei que não queria, que aquilo faz mal.
A senhora insistiu e eu disse que não gostava de deus, para que abri minha boca para falar, ela já lamentou dizendo que sentia pena de mim. Só me atentei a responder: "Que bom.", e a senhora caminhou para o prédio onde trabalho, que sorte não? Logo em seguida fui para o prédio e a senhora estava comentando algo com o porteiro sobre mim e seguiu para os elevadores. Para variar, a desgraçada apertou os dois botões, para subir e para descer. Quando ela notou minha presença, resmungou que precisava perguntar algo para o porteiro. Só ouvi ela comentando novamente que eu disse não gostar de deus e que esperaria outro elevador para subir, parecia sentir medo de minha pessoa, estranho, achei que minha cara já era suficiente para assustar as pessoas.
Depois desse pequeno incomodo, tive uma grande ideia, vou fazer folhetos também, mas farei alguns falando sobre o demônio e o inferno, pintando como se fosse algo bom. Com isso, poderei fazer trocas com essas pessoas que insistem em distribuir esses folhetos falando de deus, não seria uma boa ideia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário