Meu vizinho querido

Olho no lance...Para quem já leu a teoria da "divisão por 3", aqui entenderão o que me levou de fato a escrevê-la. Não escrevi antes porque achei que não seria algo muito interessante, mas ultimamente ando meio indignado com essa coisa, e olha que nunca estou no meio para passar por isso, mas o que rolou hoje me fez ter vontade de divulgar essa teoria.
Uma coisa muito interessante são vizinhos, alguns realmente são amigos, seja de convívio ou de baladas, mas são aqueles por quem você tem mais consideração do que aquele que só te dá bom dia e olhe lá. Existem aqueles mais bacanas que servem para estorvar sua vida, só sabem encher o saco com qualquer porcaria que você faça, seja barulho ou o simples ato de lavar seu veículo em um domingo de sol.
Existem aqueles bacanas que tem cachorros maravilhosos, que latem por nada, irritam a vizinhaça toda, mas a culpa nunca é de seu dono, a culpa é do próprio bichinho que fica preso o dia inteiro dentro de um quintal minúsculo, que daria para comparar a uma calcinha fio dental de uma garota que está prestes a dar uma trepada fenomenal no encontro de hoje à noite. Mas tudo bem, realmente a culpa é do pobre bichinho, afinal de contas, ele tem a chave, por que ele não sai para passear sozinho?
Agora o que pensar sobre aqueles vizinhos que sempre te pedem algo? "Vizinho, me empresta um copo de açúçar, esqueci de comprar hoje.", senão aqueles outros "Pode me emprestar um pouco de café, não notei que estava acabando.", normalmente os que pedem café são mais viciados que cheiradores de cola da Sé, mas eles realmente nunca percebem que sua droga está acabando. Mas se você tem vizinhos que pedem coisas emprestadas uma vez por semana, só tenho uma coisa para lhe dizer: "A CULPA É SUA FILHO DA PUTA...", vocês não concordam?
Sei que muitos irão discordar, afinal de contas, não custa sermos legais e ajudarmos o próximo, isso vale tanto para aqueles que acreditam no maluco ali de cima quanto para os "pobres coitados", como eu, que não acreditam em nada. Mas ajudar é uma coisa, agora virar supermercado, bar, entre outros, é outra história.
Você por um acaso deixa faltar pasta de dente na sua casa? E moldes? E papel higiênico? Provavelmente, a maioria das pessoas responderá não para essas 3 perguntas básicas. Então lhes pergunto, por que tem que esperar o açúcar acabar? O que te faz crer que você lembrará do pó de café e que não precisa deixar pelo menos um saco reserva? Puta que pariu, será que é tão difícil de fazer um pequeno estoque das coisas? Elas custam tão caro que não podemos nem mesmo nos dar o luxo de mantermos pelo menos um em uso e outro de reserva?

Nenhum comentário:

Postar um comentário