Velhice ou senso?

Isso é velhiceUltimamente ando notando que estou ficando velho, me incomodo com diversas coisas que não me incomodava antes. Sabe quando você junta um grupo de amigos, na casa de um deles, e de repente você nota que aquela reunião tranquila mais parece uma festa de arromba? É, festa de arromba é uma expressão de gente velha, mas isso não quer dizer que eu tenha vivido na época em que utilizavam essa gíria.
Eu me sinto mal quando estou na rua, conversando com alguém, raramente tarde da noite e você nota que a pessoa com quem você conversa não tem um certo controle de volume da voz. É incrível, mas normalmente as pessoas que falam alto, parece que não tem noção de tempo, acho que elas precisam sempre andar com um relógio para informá-las de que naquele horário não seria muito sensato falar em volume alto ou fazer barulho demais. Eu me sinto mal porque também não gostaria de acordar às 03:19h porque tenho vizinhos fazendo barulho demais na casa de alguém ou mesmo na rua. Claro, estou com sérios problemas, qualquer tipo de barulho me incomoda demais, som um pouco mais alto me incomoda ultimamente, principalmente se você não consegue conversar no ambiente em que o som está rolando. Será realmente velhice?
Eu tento imaginar, acreditar que isso seja o avanço da idade, mas infelizmente em diversos momentos me pego pensando que as pessoas não tem a mínima noção do barulho que fazem e que isso incomoda seus vizinhos. Não vejo problemas em reunir seus amigos, familiares e etc..., no entanto, por que não podemos pensar no próximo? Isso soa muito estranho, principalmente porque eu estou escrevendo esse tipo de coisa. Eu acho que antigamente não percebia muito isso porque eu também era um deles, eu também bebia e começava a falar em um volume que nem conseguia perceber que estava alto. Eu já incomodei muitos vizinhos falando alto, mas com o passar dos anos percebi essa atitude e me controlo o máximo que posso, mesmo quando me empolgo em uma conversa mais agradável e engraçada. Até mesmo minha risada escandalosa eu aprendi a controlar, por que os outros não podem fazê-lo?
Gritado na casa da minha querida cunhadinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário