Hoje eu vi uma dessas

Vale R$ 10.000?Fui até a Teodoro Sampaio com meu brother camarada quase irmão para dar uma volta, já deixei de ir diversas vezes e queria muito passear por lá. Encontramos com o luthier amigo nosso, como sempre, e já fiquei besta com a nova tatuagem dele, ele está fechando o braço direito. Fiquei com inveja, já que falo em fechar o braço esquerdo há diversos anos, acho que é a última vontade que tenho em relação à tatuagens.
Começamos entrar em diversas lojas para vermos mesas, estávamos a procura de uma em específico mas estava bem complicado encontrá-la. Já havia visto uma Ernie Ball Music Man John Petrucci, do modelo antigo, na loja de um outro conhecido mas não imaginava que encontraria uma JPX, a edição comemorativa de 10 anos de aniversário do lançamento da primeira Music Man John Petrucci.
Fomos até a Krocodille para vermos um cabeçote Laney, uma edição que é utilizada pelo Paul Gilbert. Muito bacana, fiquei ali olhando para aquele cabeçote e comecei a perambular pela loja e acabei me deparando com esta belezinha. Acho que era algum aviso, sei lá, comecei a namorá-la, fiquei realmente admirado. O vendedor ainda ofereceu para eu tocar mas recusei para não ficar com vontade de ter uma depois. Essa é equipada com piezzo nos saddles, é igualzinha essa da foto. Quando pensamos em ir embora, meu camarada disse para tocar nela e aproveitarmos para ver o poder do tal cabeçote. Ainda tentei resistir um pouco, primeiro para não passar vergonha e em segundo para não passar vontade. Quando já peguei nela, já fiquei bestificado, o braço dessa guitarra é maravilhoso, achei muito parecido com a minha velha OLP John Petrucci mas com pequenas diferenças. Meu brother não curtiu muito o braço, eu fiquei apaixonado, principalmente porque seria a primeira guitarra que compraria e não pensaria em trocar os trastes logo de cara, isso porque eu uso os mesmos trastes que John Petrucci e nessa guitarra não teria outros trastes a não ser os Dunlop 6100. Eu achei um tesão a ponte, os captadores, o piezzo ficou devendo um pouco, mas acredito que se ligarmos com os efeitos certos ficará com um som realmente bem próximo ao de um violão, acredito que pelo menos seja possível chegarmos ao mesmo timbre de violão que Petrucci utiliza. Realmente, se não fosse pelo preço, acredito que me esforçaria para comprar uma dessas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário