Não sei de fato qual situação é pior

Quanto vale um tormento?Realmente, lidar com clientes não é uma tarefa tão simples e fácil, não desmereço estresse gerado por atender um cliente. Mas ainda tenho algo pequeno para salientar, em uma pequena empresa onde existem técnicos e as soluções dependem deles, de que lado você gostaria de estar?
Pare e analise profundamente, é chato ter que ficar ouvindo diversos clientes fazendo as mais diversas reclamações ou até mesmo repetindo a mesma reclamação, mas no final das contas, a solução não depende de você. No final, esses mesmos técnicos que não precisam passar pela chatice de ouvir o cliente reclamando, tem que passar ouvindo do diretor, dos coordenadores e todos aqueles que esperam essa tal solução. É realmente mais fácil ouví-los? Talvez, tudo depende das pessoas com quem você trabalha mas no saldo final, ambos ouviram reclamações direta ou indiretamente.
Tem horas que tenho vontade de trocar de lugar, deixo a área técnica e vou lidar com o cliente. Claro que será algo muito complexo, mas ouviria o cidadão do outro lado da linha, tentaria explicar a situação e a complexidade mas dormiria tranquilo depois porque sei que existe outro grupo que é realmente o responsável por trazer a solução. Quando chegar o fim do expediente, poderei ir tranquilamente fazer o que tenho para fazer depois dele. E se o técnico ficará até tarde, se ele depende de um milagre, se depende da ajuda do presidente, o problema é dele, afinal de contas, ele está ali para isso, para gerar soluções não importa o tempo e o que seja necessário fazer.
Então, vocês notarão que em diversas empresas, as pessoas que fazem o famoso "cerão", normalmente são as pessoas que estão empenhadas em chegar com a solução ao cliente, porque só depende realmente delas, não adianta ficar o cara do financeiro, da publicidade, do comercial, do estoque ou qualquer outro setor que existe dentro de uma empresa, porque não são eles que desenvolvem a solução ao cliente. Nessas ocasiões eu pergunto: "O que realmente é pior?", como não gosto de nenhum dos dois lado, realmente não sei qual seria a melhor resposta pensando em minha pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário