Amor destrutivo

O amor destrutivo...Quem nunca passou por situações incompreensíveis e cruéis com quem menos esperamos passar? Mesmo que não machuque fisicamente, a dor emocional pesa tanto quanto uma marretada em sua mão esquerda. E o engraçado é que existem tantas maneiras dessas dores serem causadas, algumas em que as pessoas nem mesmo percebem que estão praticamente matando o ser amado.
Pequenas palavras podem desencadear diversas amarguras, criam cicatrizes que nunca serão esquecidas, fazem nosso subconsciente guardar coisas ruins para um dia serem lembradas. A mente é algo realmente incrível, porque nos esquecemos facilmente de atos bondosos enquanto os ruins, aqueles que nos feriram, ficam guardados por décadas, se não para o resto da vida.
A pior delas é a distância, acredito que não exista algo pior, nem mesmo o término do relacionamento dói tanto quanto sentir que a pessoa está fisicamente ao seu lado mas à milhas de distância emocionalmente. Passar dias e dias ao lado de alguém que não sabe dar o devido valor a pessoa que tem, sinceramente, é a pior coisa do mundo, é um dos principais motivos que nos leva a desacreditar no amor. Traição não é algo que me surpreende muito, faz parte da índole da pessoa, do caráter dela, é passível de perdão e de fácil compreensão. Agora se afastar emocionalmente de alguém, sem motivo aparente, sem uma explicação plausível é algo que pode levar uma pessoa à loucura, porque você roda o mundo em pensamentos e não chega a conclusão alguma.
A parte mais cômica dessas situações, é que ao perguntar ao ser pensante que convive com você se algo está acontecendo, a resposta sempre será a mesma: "Nada!", se soltar o famoso comentário:" Você está estranha...", a resposta será que não. Mas você sabe que no fundo existe algo, a pessoa nunca comentará e de duas uma, isso levará ao rompimento ou simplesmente depois de alguns desaparecerá para daqui uns meses voltar a ficar assim. Mas sinceramente, algumas pessoas preferem ficar com um ser distante, se maltratam tentando fazer com que essa pessoa volte a enxergá-las, se humilham, esquecem que também são seres humanos e merecem um mínimo de dignidade, odeio pessoas assim, mas elas existem aos montes, já fui um desses...
Os infortúnios na vida amorosa me fizeram abrir os olhos para diversas coisas, não que tenha sofrido o bastante, mas isso me ajudou muito a me tornar o que sou hoje. Sou mais forte em alguns aspectos amorosos, não que não sofra mais por causa de amor, não virei um ser totalmente sem coração, mas aprendi a cortar diversos males pela raiz. Ao menor sinal, se percebo que será uma relação complicada demais, que sofrerei como na primeira vez que um relacionamento acabou, prefiro terminar, acabar com o mal pela raiz mesmo, não deixar o sentimento crescer mais e mais. Afinal de contas, é muito mais fácil terminar com 6 meses, mesmo que o que sinta seja amor do que sofrer durante vários anos de sua vida. Já temos problemas demais para ter que transformar o amor em mais um.

2 comentários: