Felicidade?

Felicidade.
O conceito de felicidade, do grego... É, algumas coisas andam melhorando, outras se mantém da mesma forma e algumas nunca mudarão. Mas no saldo geral, posso dizer que ando um pouco mais feliz que antes. Se arrumei uma namorada? Comprei uma casa? Ganhei um carro? Não.
Há muito poucas coisas que gosto de fazer hoje em dia, além de escrever e filmar, faço sempre questão de estar com a família e tenho feito isso constantemente. Inclusive, nessa semana, apesar de nem todos terem ido ao espetáculo do Marco Luque, foi algo bem bacana que fiz essa semana.
Na realidade, a unidade de medida aqui, não deveria ser a felicidade e sim a falta de estresse. Só pelo fato de ter decidido não me estressar mais, as coisas já mudaram bastante. Claro, em diversos momentos tenho que pensar muito antes de dizer algo ou tomar algumas atitudes. Até mesmo para responder um simples "bom dia", tenho pensado. Isso tudo porque sempre fui o cara que demonstrava tudo que sentia, se o dia estivesse péssimo, o mantinha assim até o final do expediente, da vida. Se não houvesse um grande motivo para me alegrar, não fazia a mínima questão de tentar, notei que isso afetava demais meu humor e principalmente meu estresse. Era multiplicado por 1000 quando não tentava me animar durante o dia, parecia que não passaria e agora vejo que as coisas estão totalmente diferentes.
Essa decisão de tentar não me estressar mais, veio em um bom momento, não está muito fácil lidar com isso mas bem mais do que imaginei. Adotei diversas filosofias interessantes como a do "foda-se", "não sei", mas é claro que moderadamente. Não deixo de cumprir as missões mas agora faço as coisas no meu tempo, não me mato desnecessariamente. Agora utilizo muito algo que aprendi na terapia e não conseguia utilizar, primeiramente processo a informação antes de responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário