Apenas lembranças perdidas em uma mente insana.

Remember me.
Apenas mais uma lembrança que um dia se perderá no meio de milhares de outras. Por que não foi importante? Não, não é essa a razão, é simplesmente por não ter dado tempo para torná-la mais profunda e memorável em meu subconsciente.

Retorno cada passo, cada momento para encontrar o "erro", para tentar solucionar mais esse quebra-cabeça sem resposta. Porque é como sempre digo: "Tudo tem algum sentido ou resposta nesse mundo". Talvez esteja errado sobre esta afirmação quando tratamos com seres humanos e seus sentimentos mais controversos.

Algumas coisas não devem ser consideradas como problemas que devem ser solucionados. É mais simples do que pensamos, possivelmente, mas são raras as ocasiões onde consigo não tentar compreender a razão das coisas. Esse é um dos problemas em se viver com lógica demais, afinal de contas, sentimentos são totalmente ilógicos. Por mais que desejamos que seja, essas coisas "incontroláveis" nos deixam irracionais na maioria das ocasiões.

Às vezes, concordo com as teorias de que as coisas dão "certo" quando você não quer ou não luta para isso. Agora, as teorias de que não era "meu destino", obrigado, essa vocês podem enfiar no rabo, de maneira carinhosa. Não suporto essa coisa de destino, de sorte ou azar, entre outros, acredito que as coisas aconteçam por causa de suas ações. Se houvesse esse lance de "destino", poderíamos ficar sentados aguardando acontecer? Aliás, alguém conseguiria sentar e esperar seu "destino" rolar sem nenhum esforço próprio?

E novamente estou perdido no meio de lembranças, bem neste momento, onde tento escrever este pequeno texto. A ideia que surgiu como uma pequena fagulha na mente, simplesmente se foi, se perdeu por conta de um pequeno contato. Interessante como algumas coisas mexem demais não sei com que parte do meu cérebro. Alguém saberia me explicar? É, acredito que não, já que não fui muito claro em relação ao que estou sentindo. A parte importante ou talvez legal é que descobri que não erraram na minha cirurgia e ainda tenho um coração.

Comecei a escrever por conta de uma lembrança, parti para outra e me deparei com uma terceira. Louco? Sim, talvez esteja totalmente fora do meu senso, talvez tenha me perdido em meio a um oceano de emoções, coisas malucas que não sinto normalmente. Talvez seja outro grito de socorro de meu subconsciente, talvez seja apenas carência, talvez só idiotice, sinceramente, não faço a mínima ideia. Mas foi algo realmente interessante nesses últimos meses, pelo menos, foi algo que me tirou do lugar.
Escrito ao som de Extreme - Interface.

2 comentários:

  1. Eu particularmente acredito em destino, mas em um destino teórico, destino que só se concretiza por meio de ações e atitudes. O destino existe, mas não é uma coisa que se realiza sem movimentos, ações, planejamento é algo relativo, o destino força situações inacreditáveis, depois disso terá que partir da pessoa querer concretizar ou não a situação, ou acaso imposto pelo destino. Isso é só uma forma de pensar que a vida pode ser um pouco mais previsível, de não ter tanta “surpresa” quando algo acontece... Ou talvez mais uma loucura particular que tenho. rs rs

    E nesse papo de se perder, estamos na mesma. Eu não consigo mais concluir idéias por conta de outra totalmente diferente e que não se enquadra ou surge do nada, me fazendo perder o sentido até do que estava escrevendo. Na realidade nesses últimos meses, dias, nenhum texto fez sentido, quando coloco o ponto final e retorno a ler, as coisas já tinham ido para um lado contrario da idéia inicial. Pura loucura.
    Mais uma vez tenho que dizer: Você me causa nostalgias boas e uma curiosidade que chega ser incontrolável. HAHAHA

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu pensava dessa forma também, que o destino agia mas que éramos responsáveis pelas conclusões. Até que um dia, comecei a analisar muito as coisas que aconteceram em minha vida e deixei de acreditar nisso.

    Acho que estamos com a mente sobrecarregadas de ideias e não conseguimos organizá-las. rs rs rs Ando pensando em muita coisa ao mesmo tempo e acabo não concretizando metade delas.

    Isso é bom ou ruim? Não compreendo por que causo curiosidade, sou um ser tão simples. rs rs rs

    Beijão

    ResponderExcluir