Pensamentos.

Palavras mudas.
Quando a escuridão encobria minha visão, seu rosto perfeito se formava em minha mente. Não como um sinal de obsessão, apenas como pequenas lembranças de uma noite que parecia eterna, marcando minhas memórias com coisas maravilhosas.

Cada sorriso, cada palavra, tão perfeitas, que ficavam cada vez mais encantadoras. A forma como seu cabelo balança, como abre um sorriso, o jeito como sorri, encantam até mesmo o coração mais duro que existe na face da Terra.

É uma pena esses momentos não durarem para sempre, terem que terminar por conta das horas que nunca param de correr. Agora ficaram somente nas lembranças, do que foi ou poderia ter sido, mas talvez por ter sido apenas um momento que se tornou tão especial. Porque acho que tenho o dom para estragar bons momentos quando eles se tornam longos demais. Ou simplesmente as coisas percam o encanto quando não temos tempo para sentir falta daquilo.


Mas a vida é assim, feita de pequenos momentos, ou como digo, de pequenos detalhes que a tornam tão especial. Se nunca repararmos neles, os grandes momentos perdem o encanto, porque acredito que são feitos da união de diversos pequenos. Talvez seja um pensamento imbecil, coisas que ainda carrego de um passado que está distante, de algo que um dia decidi deixar pra trás. A forma como penso hoje, a maneira como sinto e percebo as coisas, são completamente diferentes de alguns anos para cá. Não sei dizer, exatamente, se isso me tornou alguém melhor ou pior, o que importa mesmo é que não me afundo mais em mágoas eternas. Claro, que nesse momento, não existes motivos para isso, mas se pensasse como antigamente, talvez ficaria me questionando sobre diversas coisas.

Não sei ao certo o que gostaria de passar nesse pequeno texto. Apenas tive vontade de escrever assim que levantei mas não conseguia organizar as ideias. Diversos momentos da vida, novamente, passaram em minha mente. Uma junção de diversas coisas boas e ruins me fizeram pensar em coisas muito antigas e algumas um pouco mais recentes. Talvez tenha acontecido para me fazerem enxergar que a decisão que tomei em 2007 deva ser seguida ou não compreendi a mensagem que meu subconsciente quis me passar. Mas por enquanto, continuo do mesmo jeito, na mesma situação e tentando organizar a vida.
Escrito ao som de Colbie Caillat - The little things.

2 comentários:

  1. Bom texto, um certo mistério, mas a clareza de quem não entende como momentos perfeitos se quebram em segundos, acho que nós humanos somos perfeitos em fantasiar e totalmente imperfeitos em ver a realidade, o que se apresenta para nós tem várias intepretações para cabeças diferentes.

    ResponderExcluir