A magia está presente.

Mágica.

A inteligência das pessoas nunca pode ser subestimada, principalmente daquelas que estão ao seu redor. Porque, pela teoria, você "escolhe" os melhores para caminharem a teu lado. É, isso se aplica na vida, talvez não seja bem assim quando falamos de trabalho ou estou enganado? Às vezes tento crer que estou enganado, que realmente busco um mundo inalcançável, um simples delírio de uma mente perturbada pelo desejo insano de ter ótimos profissionais me rodeando e evitando que minha paciência se esgote. Oh, utopia que me persegue durante anos, que me fez perder noites e noites pensando nos porquês das coisas acontecerem da maneira que me são apresentadas.

Se pudesse transformar as "cenas" que já vivi na vida profissional, de duas uma, teríamos uma comédia ou um drama, acredito que o excesso de burrice possa ser tratado como tal. Já vimos comédias românticas mas será que podemos criar uma comédia dramática? Aliás, analisando bem podemos considerar aquele ambiente como um filme de terror, cheio de zumbis que desejam comer cérebros, mas pela carne em si não pela inteligência.

Já me ensinaram a me colocar no lugar das pessoas, principalmente antes de ofendê-las, mas como isso é possível? Sei que não sou um ser superior, muito menos sou muito mais inteligente que os demais, mas é realmente difícil competir com eles e principalmente me colocar no lugar deles. Faço cagadas, cometo erros como todo mundo mas normalmente não faço anomalias que seja necessário o auxílio de outra pessoa. Sim, quando cago, faço tão bem feito que não tem como voltar atrás, como perder o arquivo com todos os e-mails do cliente sem ter feito um backup previamente; é, me martirizarei eternamente por conta disso, talvez esse seja um diferencial. Mas é como falei, as merdas que faço, eu mesmo limpo.

Se fosse necessário ajuda de outra pessoa, a quem eu recorreria? Acho que já contei essa história, suponhamos que o financeiro esteja com um problema, ele recorre ao suporte. O suporte tenta resolver mas não consegue, então, ele recorrerá ao suporte avançado. O avançado quebra a cabeça, usa todos os macetes que eles conhecem e também não matam o dragão. Jogam o negócio para a mão do desenvolvimento que tentará resolver a parada. Bacana, mas e se o desenvolvimento não conseguir resolver? Eles se ajoelharão, começarão a rezar todas as preces que conhecem e deixarão na mão divina para que o negócio se resolva por uma força maior. Interessante, não?

Por mais incrível que pareça, e não querendo puxar sardinha demais para o lado da equipe que não tenho mais, mas sempre resolvíamos as coisas, nunca deixamos algo de lado porque não havia como resolver. Mesmo casos que foram dados como perdidos, praticamente uma metástase, foram solucionados. Claro, alguns foram muito mais simples e nem mesmo necessitavam da nossa ajuda; outros parecem ter sido resolvidos por magia negra ou algum similar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário