Estou feliz.

À procura da felicidade.

Sem grandes ideias, sem inovações, sem nada praticamente, acho que estou consumindo todos meus neurônios no trabalho. Não, isso não é uma reclamação, apesar de ser algo mais comum para minha pessoa. Mas estou bem feliz nesses últimos tempos, tenho até medo de morrer porque quando a felicidade é muito grande, deus resolve brincar conosco e faz uma de suas piadas.

Me sinto como Chris Gardner mas depois que ele encontrou sua felicidade. Há muito que não me sentia assim, faz até um bom tempo que não reclamo de nada. Nem mesmo o trânsito, que agora pego um pouco mais, não me tira do sério.

É como minha cunhada frisou semana passada, eu precisava mudar minha vida, precisava de novos desafios e ser recompensado por isso. Nos dedicamos demais as coisas e muitas vezes não somos recompensados por isso. Agora é tudo diferente, o mundo em que estou mudou completamente minha rotina, claro, talvez seja algo passageiro mas não acredito nisso.

Voltei a sorrir por impulso, a me dedicar muito ao trabalho e me sentir completamente satisfeito profissionalmente. Fiquei tão feliz que aquele iPhone que comentei em outro post, me dei de presente pela nova empreitada e guinada que dei na vida. Faltam poucas coisas para ficar mais feliz e mais tranquilo, basta batalhar pra isso.

2 comentários:

  1. Então fiquei as últimas semanas em casa e estava preocupado sobre o que falar nos vídeos, então saí um dia e tive ideia para pelo menos 10 vídeos; hoje eu estava trabalhando, lendo, falando ao telefone, ouvindo um CD onde o meu irmão estava cantando e tocando violão, tudo ao mesmo tempo e tentando arrumar um tempo para conversar com o meu chefe que está sempre ocupado, cheguei a avisá-lo para dar um tempo, mas só escutamos quando nossa saúde está comprometida; como eu mesmo disse em um dos meus vídeos os seres humanos precisam se relacionar para serem felizes se ajudarem para não morrer de tédio uma pena que meu chefe não acompanhe os meus vídeos. Acabei não falando sobre o texto, né. Só estou tentando por em dia a leitura.

    ResponderExcluir
  2. É bem por aí, estou voltando a ser meio "workaholic" mas estou tentando me conter. Emprego novo é cruel nesse quesito, o ânimo é demais. rs rs rs

    ResponderExcluir