Livro bem diferente

Ficou bacana o Visual C# 2010.Iniciei o livro "Use a cabeça! C#", li até o que teoricamente não haveria necessidade de ler. A didática não é daquelas que me atraem, mas acreditarei nos escritores Andrew Stellman e Jennifer Greene que esse é o melhor formato para assimilarmos mais facilmente as coisas.
O interessante foi a tradução, diversos erros de escrita, mas claro que eles passam batidos quando comparados a um lugar ter sido traduzido e outro não, o que causará uma certa confusão para quem não tem nenhuma noção do que é programar.
O primeiro exercício já está me irritando, não porque não consigo fazer mas pela forma como estão abordando a brincadeira. Estou me sentindo no início de minha carreira, na época em que fiz o técnico em processamento de dados. Novas descobertas? Nem tanto, a não ser a síntaxe da linguagem que muda, porque lógica é lógica. A linguagem é bacana, porque é como dizemos na área, linguagem de macho tem que ter ponto e vírgula! Eu gosto do modo como é estruturado o C, sempre quis aprender mas nunca peguei um livro para estudar ou tive alguma necessidade real para aprendê-lo. Agora que quero fazer algo diferente, com certeza será a melhor oportunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário