Pegue tudo de dentro...

From the inside.Perdido em meio as letras do Linkin Park passo cada dia tentando não sentir saudades, tentando não pensar muito para não ter um colapso. A falta das conversas é algo realmente doloroso, me acostumei à você, as suas palavras, as suas confidências.
Talvez isso seja ruim ou extremamente bom, não existe um meio termo nisso, não dá para levar uma coisa como essa no meio termo. É algo binário, zero ou um, ligado ou desligado, não existe um talvez nesse ponto. O que importa de fato é a falta que sua pessoa me faz, mesmo que distante, você faz realmente falta no meu cotidiano, mesmo que seja por poucas horas durante a noite.
Talvez, se estivesse por aqui, não poderia dar toda atenção que você merece, mas pelo menos poderíamos passar um ou duas horas conversando, jogando papo fora, dando risadas juntos, reclamando da vida juntos. Quando menos percebi, você se tornou uma parte muito importante, uma parte bem considerável. Mesmo que não seja da maneira como queremos, mesmo que não seja tão próximo, a sua presença sempre marca meu coração. Sejam com palavras boas, histórias da vida ou qualquer outra coisa.
Espero que esteja aproveitando bem, que esteja realmente desligada de todos os problemas do cotidiano, que esteja limpando sua mente para voltar renovada. Espero que não tenha esquecido de mim, porque não esqueci de você nem um minuto sequer e aguardo ansioso seu retorno. É muito estranho passar uma noite sem trocar pelo menos 5 minutos de palavras com você. Faltam apenas 3 dias, talvez um pouco mais, mas a certeza de que estará aqui, provavelmente, na segunda-feira de noite, já me reconforta muito.
Ao som de "From the inside" do Linkin Park.

4 comentários: