Sonhos ou tormentos?

Não quero mais sonhar.
Depois de muito tempo sem nenhum sonho, noites de sono agradáveis, há um pouco mais de um mês, tenho sonhos constantemente. Sonhar não é algo ruim, pelo menos do ponto de vista da maioria, mas acordar ou dormir mal por conta deles é realmente ruim. Pelo menos não parece ser alguma loucura de minha mente, são em volta do mesmo tema mas são sonhos sempre diferentes.
Engraçado, quando era mais jovem, sentia como se os sonhos fossem pequenos avisos. Sempre sonhava com algo que aconteceria e realmente as coisas aconteciam, não iguais aos sonhos, mas muito próximos. Sonhava com o assunto em si e no máximo, uma semana depois, essa coisa acontecia em minha vida. Isso tirando todas às vezes que sonhei com mortes.
Quando adulto e depois que comecei a trabalhar com coisas que exigiam mais a inteligência que a força bruta. Chegava a sonhar com soluções dos problemas do trabalho. Qualquer coisa que parece um quebra-cabeça ou que não tivesse lógica, eu sonhava com a solução. E o mais engraçado que não era uma simples dica, era a solução completa praticamente. Era interessante mas ao mesmo tempo me fazia parar pra pensar.
Tudo bem, normalmente sonhamos com algo que estamos pensando muito. Coisas do trabalho, contas a pagar, problemas com a família ou problemas de saúde. Mas e quando sonhamos incessantemente com algo que tentamos não pensar? E principalmente quando tentamos não pensar, porque isso nos incomoda, por que sonhar nessa situação?
Acho que me matei tanto essa semana, estou fazendo coisas que me cansam de verdade e acabei dormindo cedo em pleno sábado. Dormi um pouco antes das 23h, coisa meio rara quando falamos do sábado. Tive um sonho meio estranho e por conta dele consegui levantar às 03:30h. Sinceramente, pelo cansaço que sentia ontem, não era pra eu acordar e principalmente desesperado. Me sentia sufocado, parecia que alguém tentara me sufocar. Despertei de tal forma que não conseguia mais dormir. Sentei no computador e comecei a vagar pela internet, vi uma mensagem no celular que chegou pouco depois de me deitar e notei que perdi de encontrar pessoas bacanas. Acreditei que aquela hora já seria meio tarde para responder e enviei um e-mail.
Ouvi diversas músicas, tentei escrever e não consegui. Tentava lembrar de cada detalhe do sonho e não conseguia. Às 7h senti que conseguiria dormir mais um pouco e me deitei. Dessa vez dormi um sono tranquilo, não acordei por causa de nenhum sonho, simplesmente acordei com o despertador.

4 comentários:

  1. Sonhos, já perdi as contas de quantas vezes acordei de madrugada por uma coisa que eu tentava esquecer e depois não conseguia dormir e muito menos fazer qualquer outra coisa direito.

    ResponderExcluir
  2. Sonhos deveriam ser somente de coisas boas. Infelizmente, alguns atormentam nossas vidas.

    ResponderExcluir
  3. Acho que os sonhos que nos atormentam são as coisas que a gente sempre fala que quer tirar das nossas vidas, mas a gente sabe que falar não vai adiantar nada. Quando a gente realmente esquece a tal coisa, os sonhos que nos atormentam não vão mais aparecer. É melhor eu parar por aqui, antes que eu comece a me aprofundar mais e mais no assunto. hahaha

    ResponderExcluir
  4. Com certeza, o duro é conseguir esquecer. rs rs rs

    ResponderExcluir