Direção e outras coisas.

Apenas dirija.
O trânsito já é caótico por natureza. A pressa nos torna cada vez mais idiotas no trânsito de São Paulo e outras regiões. Como se já não bastasse o número crescente de veículos nas ruas, há outras coisas que ajudam, em muito, no crescimento do número de acidentes.
Por mais que ache que seja possível dirigir enquanto fala no celular, olha o GPS, assiste um DVD ou ganha um boquete, talvez essa prática não seja realmente das melhores.
Isso é igual dizer que você está 100% capaz de dirigir depois de ingerir uma quantidade significativa de alcoól. Você tem realmente 100% de certeza que terá reflexo suficiente quando uma jamanta atravessar a sua frente do nada? Todos sabemos que não.
Coisas que me deixam perplexo, alguém tentando ler um endereço, em um papel jogado no banco do passageiro, sem olhar para frente. Como o cidadão consegue pensar em dirigir sem olhar? Aí o meia vida resolve andar a 10km/h em uma via de 90km/h, isso é correto? Ele tem plena certeza que não sofrerá um acidente andando devagar.
Outra coisa bacana é você atender o celular enquanto dirige, começar uma discussão e encostar o carro sem ao menos olhar se existe algo, acha que realmente tem 100% da noção se pegará outro veículo estacionado? Eu não consigo acreditar nessas coisas, principalmente quando se trata de alguém que está transtornado brigando ao celular.
Parece que as pessoas perderam amor a vida, não tem mais consideração com o próximo e foda-se quem estiver caminhando ao seu lado. Muitas pessoas dirigem como se fossem as donas da rua, como se não houvesse ninguém e nenhuma regra a ser seguida. Sinto como se enquanto não matar ninguém importante para sua vida, em um acidente, não mudará seus malditos hábitos.
Tenho um pensamento bem legal em relação as pessoas que causam acidentes onde outras são vítimas de sua imbecilidade: "Merecem pena de morte.", se bem que mudei um pouco o conceito e acho que deveriam seguir os conceitos da máfia japonesa e matar seu entes queridos, porque a pessoa merece realmente sofrer. Vira e mexe vejo diversas atrocidades no trânsito, presencio em um percurso de apenas três ou quatro minutos, cada barbaridade incompreensível para pessoas em sã consciência de seus atos. Já não bastam as idiotices que vemos na tevê, em programas sensacionalistas, diversas barbaridades cometidas por loucos, delinquentes e motoristas que não tem noção. Será que não é hora de revermos os conceitos sobre trânsito?
A política tenta mudar para melhor as normas para ver se diminuem o número de acidentes desnecessários. Mas me digam, quem realmente conhece a legislação de trânsito deste país? Quantas pessoas sabem ler cada placa avistada em diversos locais diferentes nas ruas? Alguns nem conhecem as placas básicas, o que dizer das incomuns, que quase não são vistas? O que dizer sobre a "nova" lei da faixa de pedestre? Quanto realmente leram as "novas" regras? Acredito que poucos responderão que leram ou que ouviram falar. Talvez a transmissão massante na tevê tenha despertado um pouco a curiosidade do povo, mas duvido que muitos saibam realmente como funciona. Mesmo os pedestres, maiores beneficiados com a "nova" lei, não sabem como proceder para fazer valer seus direitos e acham correto se lançarem na pista para atravessá-la. Alguns são um pouco mais idiotas e esperam o semáforo ficar verde para resolverem atravessar a rua.
Poderia me prolongar por diversas linhas, mas provavelmente este é apenas mais um post que escrevo sobre minhas indignações. Talvez se tivesse feito um vídeo sobre isso, teria mais eficiência que simplesmente escrever. A última pergunta que deixo aqui é: "Quanto vale sua vida?".

4 comentários:

  1. É por isso e por outras coisas que eu evito andar de carro. Principalmente em carro dos meus amigos, que eu sei que alguns são idiotas no trânsito. E só para constar eu odeio GPS, eu tenho vontade de jogar pela janela. HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  2. Só ando com amigos que não são idiotas. Os outros, descartei há muito tempo. rs rs rs
    GPS é meio sacal, mas é útil, às vezes. rs rs rs

    ResponderExcluir
  3. São idiotas, mas só no trânsito. Por isso que eu gosto de andar a pé. rs rs rs
    GPS é bom, quando você não precisa ficar acordada das 4h da manhã até chegar no lugar que você mal conhece, guiando o motorista, porque ele não pode olhar o GPS e ele ainda se perde e seus outros amigos dormem enquanto isso. Sem essa situação o GPS é simpático até. HAHAHA

    ResponderExcluir
  4. A pé, todo santo ajuda. rs rs rs Situação um tanto quanto estranha essa do GPS. rs rs rs

    ResponderExcluir