Bela e Nanda

As lindas da família.

Ah, a alegria de ver novas vidas na família é indescritível neste momento. Duas coisinhas lindas, pequeninas, cheias de cabelos. A primeira visão foi a melhor, aquela logo após o parto, quando o pai vai até a sala de espera exibir sua criação. Achei que não pudesse mais sentir essa sensação maravilhosa, mas me enganei, fiquei igual um idiota olhando para as duas nos poucos momentos que pude, já que tentava filmar as reações adversas dos presentes a pedido de minha cunhada.

Quando elas chegaram no quarto foi mais fácil vê-las, aquelas duas pessoinhas frágeis, dóceis a primeira vista, tranquilas, mas soltaram seus lindos choros, baixos, vamos ver até quando. O que senti ao segurá-las foi o melhor, poder olhar bem pertinho seus rostinhos, mãozinhas, aqueles olhinhos puxadinhos...

Não tenho muito o que falar sobre isso, não sou tão sentimental assim, mas posso assegurar que fiquei extremamente feliz com a chegada delas. Fiquei extremamente maravilhado, apesar de estar completamente desencanado com a segunda gravidez de minha cunhada, a hora que as crianças veem ao mundo, tudo muda ao seu redor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário