Onde está você?

Traição.

Ela corre perdida na noite, sem destino, apenas tentando encontrá-lo. Um pequeno indício de onde ele está seria algo extremamente aliviador. Procura por todos os lugares comuns que frequentam, liga para todos os amigos e nada. Então decidi ligar para a última pessoa com quem gostaria de falar, com muito esforço liga para mãe dele e no décimo toque ela atende.

- Alô? O que foi dessa vez?
- Ele sumiu novamente e não consigo encontrá-lo.
- Já procurou em todos os lugares possíveis?
- Sim. Você sabe que não ligaria caso não tivesse feito.
- Não precisa ser tão dura.
- Me desculpe, é que estou meio desesperada.
- Calma, uma hora ele aparecerá.

Com toda a calma do mundo, ela desliga o telefone e senta para tomar algo e fumar um cigarro. Pensa e repensa em todas as possibilidades, o que poderia tê-lo feito sumir tão de repente. Relembra a briga que tiveram nesta manhã e não acredita que tenha sido um bom motivo para simplesmente sumir. Ela decide ir até a casa de seu pai para pedir ajuda, termina rapidamente de tomar sua bebida e parte para lá.

Ela toca a campainha desesperadamente e ninguém atende. Não faz ideia de onde possa estar seu pai, pois normalmente ele não sai de casa e o carro estava parado em frente a sua casa. Ela desiste e parte para casa da irmã de seu namorado, encontra com ela saindo para o trabalho e pergunta sobre ele.

- Não o vi hoje. Ele não foi trabalhar?
- Teoricamente, sim. Mas já liguei em seu escritório e ele não apareceu por lá.
- Tentou o celular?
- Mas é claro!
- Calma, estou pensando em todas as possibilidades.
- E acha que não pensei? Tentei procurar meu pai para me ajudar a encontrá-lo mas ele não estava em casa ou não quis atender a porta. Como você mora praticamente do lado, resolvi procurá-la porque não tinha seu número em mãos.
- Talvez ele esteja na casa de um amigo que você não conheça.
- Sim, talvez, obrigada e desculpe pela grosseria.

Ela partiu sem saber para onde ir ou procurar. Novamente liga para o celular de seu namorado e ele não atende. Tenta mais duas vezes mas novamente caixa postal. Ela começa a imaginar diversas coisas ruins mas algo que não sai de sua cabeça é a casa da ex. Pensa em ir até lá, começa a caminhar em direção a rua dela, seria uma longa caminhada até lá. No meio do caminho ela recebe uma ligação em seu celular, era seu pai preocupado por ela não ter ido trabalhar. Ela então comenta que seu namorado sumiu e que ela estava a sua procura. Ele oferece ajuda mas ela recusa, pensa em ir até a casa da ex de seu namorado sozinha, talvez seja melhor assim.

Depois de quase trinta minutos caminhando, ela chega a rua dela, faltando apenas um quarteirão para chegar a porta e avista a moto dele. Ela fica nervosa, perde sua razão, não sabe se vai embora ou se bate a porta dela. Ela prossegue a caminhada a passos lentos, com milhões de pensamentos mas sempre com o mais óbvio martelando em sua mente. Mais dez passos e ela estaria a porta daquela que um dia fora a dona do coração dele, o que fazer? Ela resolve tocar a campainha, aguarda ansiosa e a ex de seu namorado atende a porta enrolada em um lençol fino. Surto. Ela empurra a garota e adentra a sala como um furacão, corre em direção do quarto e o encontra deitado na cama. Uma lágrima ameaça despencar de seus olhos mas ela é forte, a segura e vai embora.

4 comentários:

  1. Ual! Eu estou pasma, você me surpreende a cada texto que leio. Eu te admiro mais a cada texto que você escreve. Você tem o centrado, o emocional, o insano em equilíbrio e sempre fica maravilhoso. Não que eu entenda muito de textos... HAHAHA

    Mas com toda certeza é mais um texto seu que vai me fazer dormir com um sorriso de "quero mais" no rosto. Eu entro aqui todo dia na esperança de ler um texto, espero que não pare nunca!
    Eu passaria uma vida elogiando seus textos...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu fico lisonjeado com cada comentário seu. Fico extremamente feliz em saber que você sempre lê meus textos. Espero nunca parar, não exterminar o "Na sua estante" porque vejo que são os textos mais "legais". rs rs rs

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. ''Ela é forte, a segura e vai embora.'' me familiarizei com essa expressão... de onde surgiu inspiração pra escrever esse texto?
    Beijos =]

    ResponderExcluir
  4. Então, esse texto me veio do nada. rs rs rs Comecei pensando em amor e terminei em traição. rs rs rs

    Beijão

    PS (I love you): Fiquei feliz em ver um comentário seu.

    ResponderExcluir