É possível ser feliz sozinho?

Sozinho.

Por que sinto certa tristeza nas pessoas quando me questionam sobre namoradas e sempre respondo que estou muito bem sozinho? É realmente impossível ser feliz não tendo alguém do seu lado? Precisamos de fato ter alguém para compartilhar a vida para dizermos que estamos plenamente felizes?

Encontro felicidade em pequenas coisas, algumas supérfluas, algumas realmente interessantes, mas não me vejo infeliz por não ter alguém do meu lado. Não sinto nem carência nesses últimos anos, talvez meu último relacionamento tenha me ensinado diversas coisas boas. Acredito que a mais importante foi aprender a viver sozinho.

Não tenho que fosse diferente antes, mas acho que namorar alguém que estava sempre distante, me ajudou a lidar com a tal solidão que mata milhares de pessoas no mundo ou no twitter e facebook. É como sempre falei para meus amigos: namorar pra ficar sozinho? Melhor ficar sozinho, dá menos despesas. E sinceramente, qual o real significado de um namoro se não for pra ficar junto de quem se ama? O que significa deixar de passar o final de semana com a família, brincando com o sobrinho e ficar "preso" dentro de uma casa, assistindo tevê sozinho?

Não nasci grudado em ninguém, não sobrevivi graças a alguém, claro que tive muita ajuda na vida mas nunca fui dependente de ninguém para ser feliz, então é realmente difícil permanecer assim? Pensei nisso tudo porque realmente noto uma certa tristeza nas pessoas quando me demonstro desinteressado no "amor" ou em arrumar alguém legal para compartilhar a vida. Quando comento que nem penso mais em ter filhos, o mundo acaba (não utilizar literalmente neste trecho).

Acho que todas as experiências que tive na vida serviram apenas para dizer uma única coisa: você é egoísta demais para compartilhar a vida com alguém. E realmente me sinto assim, sabe aquelas manias "chatas" que você adquire durante a vida e que só pioram no decorrer dela? Então, estou com diversas delas que talvez não sejam muito compatíveis com nenhum outro ser humano.

E como sempre digo, pese os prós e contras das coisas antes de decidir, toda vez que fiz isso, percebi que havia mais contras que qualquer outra coisa. Por essa razão decidi que ficar sozinho seria a melhor coisa para a vida. E se você não tem coragem de ficar sozinho, principalmente porque não quer morrer sozinho e ser encontrado por vizinhos porque começou a feder, não se preocupe, porque a hora da morte é exclusivamente sua.

2 comentários:

  1. Acredito que ficar sozinho realmente é uma escolha e sim, podemos ser felizes sozinhos. Trocar a solidão por uma resposta a sociedade seria uma incoerência; tenho a impressão que quanto mais tempo se demora para termos um relacionamento duradouro, mais especialistas ficamos nessas relações, passei muitos anos da minha vida sozinho e em alguns momentos perdi as esperanças de ter um relacionamento, mas quando eu menos esperava, aconteceu; o meu relacionamento com a minha esposa não é perfeito e tampouco ela passou a ser o único foco dos meus desejos, bom senso e paciência nos levaram a vencer 6 anos de convivência. Palavras primordiais que devem ser seguidas a risca para bom um relacionamento: bom senso, respeito, o mínimo de abnegação e liberdade, relacionamentos são escolhas e não prisões, com tudo isto quero dizer a você que para mudar a sua vida de solidão para uma vida a dois é necessário que valha a pena a mudança que você se sinta melhor com ela do que sem ela e que sempre estejam juntos por vontade própria e não por amarras ou obrigações da vida e da sociedade. Não tenha pressa e aproveite todas as liberdades da solidão, pois acredite em muitas ocasiões você acabará sentindo falta desses dias mesmo sabendo que os dias presentes são melhores. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Nos últimos anos não tive vontade de arrumar ninguém. A vida em si já é complexa demais para partilharmos a desgraça alheia. rs rs rs
    Valeu!

    ResponderExcluir