A simplicidade de um déjà vu.

Déjà vu.

Como sempre improviso textos, tento criar material original, escrevo praticamente qualquer coisa que vem em minha mente, acho que acabo ME plagiando. Em alguns casos, somente o título mas ultimamente andam rolando "ideias" em minha mente que me fazem sentir em um constante déjà vu. Vocês não imaginam o quanto isso é ruim, sair caçando algum texto que seja parecido com a ideia que está tentando criar.

Como comento em diversos textos, nos últimos seis meses, me sinto meio travado, sem boas ideias, até porque, como já expliquei diversas vezes, o propósito do blog mudou sem eu querer. Acabei de começar em um trabalho novo, não tenho do que reclamar, pelo menos por enquanto. Aliás, espero não ter o que comentar de ruim, apesar que acho isso impossível, sempre teremos algo para reclamar.

Daqui a pouco este blog vira aquilo que nunca curti na internet, um pequeno diário. Já imaginaram um dia o Yama escrever sobre uma balada em que ele foi em um final de semana qualquer, comentar quantas garotas beijou ou comeu? É não teríamos assunto, porque sou um velho, gordo que não pega ninguém. Mas falando sério, notei que meus últimos posts foram bem nesse estilo, contando alguma coisa da vida. Nem mesmo as inspirações para o "Na sua estante" estão rolando, o que me ajudaria a pensar em voltar a escrever algo mais complexo que possa ser chamado de livro.

Estou perdendo um pouco do tesão de escrever. No início era engraçado, as pessoas comentavam comigo ou aqui contando o quanto deram risada de algum fato que de "fora" parece super engraçado. Mas é como sempre digo, nunca tentei fazer graça, até concordo mesmo com meu querido e distante "Pequeno pequerrucho", um dos estagiários sobreviventes, quando ele diz que não tenho humor. Sobrevivo apenas com meu sarcasmo odiado por muitos e minhas ironias que causam risadas desastrosas, às vezes. Mesmo assim, ainda não desisti de criar textos inteligentes e bem humorados, quem sabe um dia, depois que aprender a escrever, eu consiga.

Espero que essa constante mude, o tal déjà vu ali de cima, apesar que como o próprio nome diz, constante... Mas é isso aí, continuarei postando besteiras, meus vídeos ou o que achar interessante e prosseguirei postando todos os dias. A parte interessante, não sei por que ainda me preocupo em não deixar faltar um post por dia já que quase ninguém lê essa merda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário