Batizado.

A filha do mal.

Batizado é algo que não compreendo. Você paga uma taxa para um cara molhar a cabeça do seu filho para tirar um pecado que ele não cometeu. Começa errado pela taxa, nunca ouvi falar que Jesus cobrava o povo para fazer milagres. Está bem, vamos esquecer essa parte da taxa, afinal de contas, a igreja também precisa de dinheiro. Mas sejamos sinceros, a justificativa é que eles precisam bancar as "custas" de acordo com o padre. São custas realmente caras, um óleo que parece Liza e molhar a cabeça da criança com água benta. Será que essa água foi importada do Vaticano?

Mas vamos a outros fatos estranhos que ocorrem durante essa cerimônia tão importante na vida de toda criança. É no batizado que sabemos quais crianças que estão com o demônio no corpo. Todas estão comportadas, em silêncio, não se ouve um choro. De repente, chega o momento em que o padre diz que abençoará a criança com água benta. Nesse momento começa um choro, de apenas uma criança, pode ter certeza que essa tem o demônio no corpo. Se ficar em dúvida, olhe para a mãe, se ela for muito feia, essa criança será o próprio demônio.

Isso foi só para contar que pisei novamente em uma igreja e não virei cinzas. Mentira, era pra contar que não peguei fogo. Mas, falando sério, foi o batizado de minhas pequenas e é o tal negócio, apesar de não levar à sério essas essas paradas, acabo comparecendo por se tratar de um evento familiar.

2 comentários:

  1. HAHAHAHA Adorei a parte "olhe para a mãe" UHAIEHUAE
    Quer dizer que se a criança não for batizada ela vai ficar com o demônio no corpo? DAORA HEIM?

    xD

    ResponderExcluir
  2. Acho que peguei muito pesado nessa parte. rs rs rs

    Então, mesmo batizando, acho que se não sair fumaça, não pegar fogo, o demônio permanecerá no corpo da criança. rs rs rs

    ResponderExcluir