Quanta falta...

Saudade.

Sentir falta de alguém poderia ser menos doloroso, menos importante na vida de qualquer ser humano... Talvez, se passasse despercebido seria algo até suportável tamanha sua grandiosidade. Seus olhos, sua risada, todo seu charme impregnam na mente de qualquer ser normal.

Às vezes penso que seria melhor não ter conhecido você, que talvez a vida fosse mais simples e fácil. Poderia não ter toda alegria que tive durante um tempo, mas hoje não sentiria falta, hoje poderia dormir em paz. Sim, é difícil, não, é praticamente impossível dormir sem falar com você.

Há muito que desapareceu, sumiu feito fumaça, até sei o motivo, mas isso não ameniza minha dor. Sentir sua falta é a pior coisa que existe, pior que qualquer dor proveniente de doença. Por que não faz um esforço para nos falarmos? Ah, eu até poderia tentar, mas não tenho muito o que fazer por aqui.

Apenas tenho uma certeza, que talvez você não sinta tanta falta assim de mim. Talvez a importância que tenho, como sempre disse, não seja tão grande como imaginei. Espero estar errado...

4 comentários:

  1. Sentir falta... Faz um tempo que eu não sei o que é isso...

    Adoro o jeito que descreve alguém, descreve os "pequenos detalhes da vida". Talvez seja por isso que eu espere ansiosamente por um texto seu...

    É como eu disse, você é meu escritor favorito.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu juro que consigo sentir falta de pessoas que não quero comer. rs rs rs

    A vida anda corrida, mas adoro escrever, e pensar que antigamente não curtia. rs rs rs Acho que ter usado o blog como válvula de escape para o estresse, me fez muito bem.

    Espero que continue gostando dos meus textos e espero ter criatividade para continuá-los.

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Você escreve com muita delicadeza, eu gosto de ler as coisas que disponibiliza aqui, a grande maioria é singelo, e em alguns momentos você se deixa levar por um pouco de intensidade que existe em você.

    Bjo especial!

    ResponderExcluir
  4. Gosto da essência que muitas vezes me leva para uma mistura de emoções. Mas, realmente, sempre tento ser delicado nos posts do "Na sua estante".

    Beijão

    ResponderExcluir