Primeiro de 2013.


Primeiro post de 2013, sobre o que escrever? Pensei em diversas ideias, mas nenhuma delas me agradou, talvez minha mente esteja um pouco exigente hoje. Estou me forçando a escrever porque dizem que tudo que fizermos no primeiro dia, ou na virada, você fará pelo resto do ano. Pensando nisso, decidi não deixar de escrever para não exterminar também o blog, já que o vlog, por ora, morreu.

Falando em ideias, por que não tenho mais ideias? Ah, vamos falar novamente sobre a perda de foco deste blog? É, minha primeira terapia na vida, uma forma especial de fugir das frustrações e estresses do cotidiano. Era bacana vir aqui e cuspir todas minha ira do dia-a-dia, agora, não tenho muito o que dizer e falo apenas de assuntos do cotidiano ou tento resenhar algum conto de amor. Acho que chegou, na verdade já passou, o momento de direcionar este blog, só não sei qual rumo tomar. O que vocês sugerem?

Por favor, não me venham com sugestões para ensinar a programar, ensinar a mexer no Windows, etc. Se quisesse ensinar algo, por que não cobrar para isso? É, ensinei diversos aspirantes, mesmo fora do horário de expediente e nunca cobrei por isso. Pensei em focar nas situações do cotidiano que me irritam, mas já fazia isso no vlog e acho que chega um momento em que esses assuntos tornam-se mais irritantes. Ah, vamos escrever apenas histórias de amor? Como posso fazer isso se não sinto amor há muito tempo? Digo, amor por alguém em que posso enfiar a rola, porque tenho muito amor pelos meus sobrinhos, acho que me entenderam de forma simples e clara.

Acho que deixarei de postar diariamente, novamente, porque é bem mais legal escrever quando você tem algo pra dizer e está com muita vontade. A naturalidade é muito importante na hora de extravasar, podem ver que todos os vídeos que fiz realmente estressado, soaram muito mais naturais, e para escrita tenho o mesmo problema. Texto não são fórmulas matemáticas, tirando a parte da gramática, não existe uma fórmula para criar mágica para criar textos bacanas. Por essa razão acho importante escrever apenas quando se tem realmente vontade e algum assunto.

Para finalizar, espero que todos tenham passado uma virada bacana, que tenham comido e bebido muito bem, porque o restante do ano será aquele arroz com feijão básico. Que se empenhem mais para conquistar tudo aquilo que almejaram para esse ano que se inicia. E mais importante, que continuem acompanhando as besteiras que escrevo para um dia eu ficar milionário. (Não compreendeu a ironia? É porque nunca percebeu que não tem propaganda neste blog.)

2 comentários:

  1. "Não me venham com sugestões para ensinar a programar, ensinar a mexer no Windows, etc" HAHAHAHA Quantos pedidos desse tipo você tem recebido ultimamente?
    Eu adoro a diversidade do seu blog, e eu sei que criatividade e motivos para escrever nunca vão te faltar.
    Gravei um vídeo ontem, acredita? Tudo bem que foi em uma Canon, e a qualidade ficou supimpa, também sinto que estou mais segura e dinâmica pra fazer esse tipo de coisa, então nem precisei de cortes...O problema é que a minha camera continua sendo aquela lá, que tem pouca resolução e audio ruim que eu odeio! HAHAHA
    Infelizmente não tenho recursos para investir no momento, mas está dentro dos meus planos. xD

    PS: Engraçado você explicando o tipo de amor em que se refere no texto com a explessão "enfiar a rola" HUHUEHAUEHAUHEUAHEAUH ok, esse é você.

    ResponderExcluir
  2. Já recebi essa proposta diversas vezes. rs rs rs

    É sempre complexo escrever, pelo menos pra mim, um dia terei uma criatividade maior.

    Queria que essa câmera fosse sua e voltasse a vlogar constantemente. =D

    Sou um troglodita, sem noção, sem coração, esse sou eu. rs rs rs

    ResponderExcluir