Insight.

Conversa.

O que está acontecendo com você? Não sei, por quê? Sei lá, você não escreve mais com facilidade, não rola mais um certo encanto para escrever. De onde tirou isso? Sou sua mente, seu subconsciente para ser mais exato, como poderia não dizer isso se não fosse realmente verdade? Talvez você não esteja tão certo, talvez eu apenas esteja esperando algo para escrever um texto realmente interessante. Não, não minta para si, você sabe que estou falando sobre uma verdade que te abateu. Mas deixei de escrever por mais de dois ou três dias? Está certo que ando postando vídeos quando não tenho algum assunto interessante ou não consigo desenvolver algum tema que passa por aí. Mas, outro dia você teve um insight sobre algo muito interessante, ficou duas horas com o cursor piscando nessa tela branca e não escreveu absolutamente nada. Sim, tive um pequeno transtorno durante essa semana e não consegui desenvolver uma ideia, mas não fiquei sem escrever, escrevi, apenas deletei os dois ou três textos porque não achei que ficaram convincentes.

Ah, essa briga entre nós será eterna, posso ficar horas te dando motivos para explicar que esse blog já não faz mais sentido e você sempre terá seus argumentos para tentar manter sua mente ativa. Mas, como estou conversando com minha mente, não é interessante mantê-la ativa e viva? Sim, a ideia é ótima, mas não forçado da forma como está fazendo ultimamente, nem parece você mesmo, parecem textos comprados em alguma revista. Revista? Como assim? Não creio que alguém produziria um texto tão péssimo quanto os meus (risos). Ah, existem coisas muito piores, não engrandecendo sua escrita, é claro. Fico feliz em escrever qualquer coisa, mesmo que fique um lixo ou que eu pense que está um lixo. Colocar meus ideais pra fora, toda ideia, sendo lixou ou não, deve ser escrita, mesmo que não tenha um propósito mais profundo. Eu prefiro fazê-lo assim ao invés de simplesmente sentar e esperar uma luz tocar minha mente e começar a produzir um texto que realmente ache interessante. Afinal de contas, podemos achar que muitas de nossas ideias são ruins, mas outras pessoas podem aproveitar algo.

Você está certo em alguns pontos, mas acho importante você voltar a ter ideias mais legais. Lembra no início, quando começamos a transformar todas suas paranoias em pequenos textos estruturados? Lembra no início deste pequeno blog que você fazia textos de um parágrafo? Aqueles absurdos onde você escrevia três frases e postava como se fosse um post? Claro que lembro, nunca esquecerei o início, foi algo extremamente importante pra mim, pelo menos naquela época. Também lembro dos posts de três ou quatro frases, foram importantes para evolução da minha escrita que sempre foi péssima, apesar de alguns acharem o contrário. Nunca fui um bom aluno em redação, sempre tive problemas para desenvolver qualquer que fosse o tema. Aliás, nunca fui bom aluno em nada a não ser matemática e mesmo assim, só depois de velho. Verdade, você sempre foi um péssimo aluno, nunca teve muita criatividade e sempre preferiu as coisas lógicas ou qualquer outra que envolvesse números. Mas isso nunca foi um empecilho para você começar a escrever e por conta disso voltou até a estudar português para melhorar sua escrita, mas infelizmente, você esqueceu de melhorar sua criatividade e isso tem atrapalhado demais nossos planos em relação ao blog. Eu sei, pensarei em algo daqui pra frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário