Incertezas.

4 comentários:

Juliana Gonçalves em 19 de dezembro de 2016 00:02

Parece que com o tempo, seu modo de escrever melhorou de uma forma maravilhosa! Eu como sempre encantada com o que escreve. Já que agora sou leitora, não escrevo mais, fico ainda mais feliz que não tenha abandonado sua escrita, como eu fiz.

Beijos! (não pare nunca!)

Stephany Trindade em 14 de janeiro de 2017 17:46

Yama, te conheci no YouTube. Provavelmente eu tinha uns 16 anos. Assistia aos seus videos regularmente e desde então a vida foi se tornando uma loucura. Consequentemente, fui abandonando aos poucos os canais de YouTube que acompanhava e tantas outras coisas que adorava em função das responsabilidades que aumentavam e o tempo que reduzia.
Ainda há pouco, estava trabalhando numa animação e dei uma daquelas pausas pra pensar no nada, esvaziar a cabeça. Veio a imagem dos seus vídeos em mente. Forcei a memória, tentei lembrar o nome, joguei no google, entrei num e-mail antigo e consegui te achar. A frustração foi ver que parou com os vídeos. Mas faz parte. hehe
A grande coincidência (ou não tão coincidência) de tudo isso é que atualmente eu trabalho com audiovisual. Talvez você tenha sido uma boa inspiração. Hoje, sei do corre que é produzir conteúdo pra YouTube e te admiro ainda mais por isso.
Agora vou acompanhar aqui pelo blog! :)

Yama em 14 de janeiro de 2017 18:03

Jú, sempre bom te ver por aqui, desculpe pela demora na resposta, o mês de dezembro foi um caos na vida, não estava pensando em muita coisa, estava totalmente focado em uma. =)

Estou tentando escrever de vez em quando mas me falta inspiração, mas estamos tentando voltar bem de vez em quando. rs

Beijão

Yama em 14 de janeiro de 2017 18:06

Stephany, seu nome não me é estranho. rs

Fico feliz em saber que trabalha com audiovisual. Tinha uns 16 na época? Produzir conteúdo para qualquer mídia, quando não faz parte do seu trabalho é muito complicado. rs Queria voltar a brincar com isso, mas o tempo anda muito escasso mesmo.

Beijão, espero que curta o que ver por aqui.

Postar um comentário