Minha pequena florzinha?

Aguardem... Pensei seriamente em fazer algo que ouvi há um tempo atrás que alguns escritores fazem normalmente: reescrever o "Minha pequena florzinha". Ah, mas por quê? Por que não escrever um novo livro, como você começou e desistiu depois do primeiro capítulo? Porque acho que muitas coisas ficaram muito mal escritas e talvez seja bem mais fácil reescrever um livro para ser o primeiro a virar mídia digital. Virar mídia digital? Sim, estou pensando seriamente em publicá-lo como um ePub, de graça, só para ter uma noção de como o povo reagiria, se é que alguém o leria.

Não pensei em escrever algo novo porque não ando com a criatividade em alta. Acabaria sendo o mais do mesmo em outro romance qualquer. Sim, quero escrever um romance totalmente fictício, como tentei fazer com "O anjo de Gabriel", mas acho que ainda não é hora pra isso. Não quero uma história óbvia, não quero o simples e além do mais, ainda preciso aprender a escrever.

Mas, por enquanto, isso é apenas uma ideia. Comecei a ver um editor para publicar no iBooks, vi um outro que achei mais interessante, apesar de ser um pouco caseiro, mas é legal porque gera arquivo ePub, poderia disponibilizar o livro na Saraiva, por exemplo. Bom, vamos aguardar cenas do próximo capítulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário